Colunas

Charles Koch diz que Trump e Hillary são “câncer contra ataque do coração”

Getty Images

Getty Images

Charles Koch, a nona pessoa mais rica do mundo, investe, há anos, nas campanhas e causas do Partido Republicano dos Estados Unidos. Não é de se espantar, então, que ele não esteja apoiando a candidata democrata Hillary Clinton. O problema é que Donald Trump também agrada o bilionário.

VEJA MAIS: 31 maiores bilionários brasileiros

“Eu vejo duas opções ruins para o país”, disse Koch nesta última segunda-feira (12), durante a conferência Fortune Brainstorm Tech, em Aspen. “Se eu tivesse que votar entre câncer e ataque do coração, eu não escolheria nenhum dos dois.”

Sobre Trump, Koch comentou: “Tenho certeza de que ele é um cara bacana, lá no fundo, mas seus princípios são antiéticos”. O candidato republicano defende o término de isenções fiscais entre algumas transações comerciais do país, o que, para Koch, seria uma monstruosidade com as exportações americanas.

E AINDA: 70 maiores bilionários do mundo em 2016

O empresário e seu irmão David fizeram fortuna com a Koch Industries, um conglomerado que vai de produção de energia a produtos químicos. O conservador tem uma fortuna estimada em US$ 43 bilhões.

Comentários
Topo