Colunas

Ex-modelo ganha US$ 68 milhões em divórcio de bilionário saudita

Getty Images

Getty Images

A ex-supermodelo Christina Estrada irá receber US$ 68,4 milhões no divórcio do bilionário saudita Walid Juffali, com quem ficou casada durante 13 anos.

A decisão judicial feita na última sexta-feira (1), rejeitou o pedido de US$ 253 milhões de Christina, que alegou precisar do dinheiro para lidar com suas “necessidades pessoais”.

VEJA MAIS: 31 maiores bilionários brasileiros

Durante sua defesa no processo, ela alegou que o valor se equipara com os gastos que teve durante toda sua vida como modelo. O pedido incluía uma mesada anual de US$ 1,2 milhão para roupas, US$ 51 mil em casacos de pele, US$ 140 mil em vestidos e US$ 27 mil em sapatos.

“Fui privilegiada com uma vida de luxo e não posso perdê-la agora”, disse a ex-top, hoje com 54 anos. Seus advogados apresentaram estimativas de que o xeique saudita de 61 anos tem uma fortuna na casa dos US$ 10,3 bilhões.

Juffali, que já se divorciou de outras três esposas e não pode comparecer à corte por problemas de saúde, alegou, por meio de advogados, que os números são “exagerados” e que suas economias não passam dos US$ 147 milhões.

E AINDA: 70 maiores bilionários do mundo em 2016

Na defesa, o xeique disse que irá deixar sua fortuna para seus filhos, incluindo uma adolescente fruto do casamento com Christina.

A ex-modelo norte-americana mora, hoje, em uma propriedade de 33 acres no interior da Inglaterra, avaliada em US$ 77,5 milhões.

O xeique, que enfrenta um câncer, se divorciou de Christina em 2014 sem o consentimento dela, graças a uma lei saudita que permite que somente o homem tome a decisão judicial.

O processo de divórcio se complicou por Juffali ter, em 2012, se casado com uma modelo libanesa de 25 anos, mãe de suas filhas mais novas. A lei saudita permitia que ele se casasse com mais de uma mulher, mas a lei inglesa, pela qual o processo corre, não.

Comentários
Topo