Colunas

Justiça decreta novo bloqueio do WhatsApp no Brasil

iStock

iStock

A Justiça do Rio de Janeiro decretou o bloqueio do aplicativo de mensagens WhatsApp pela terceira vez em menos de um ano. De acordo com a GloboNews, o pedido foi feito pela juíza de fiscalização da Vara de Execuções Penais do Rio de Janeiro, Daniela Barbosa.

BRASIL: 31 maiores bilionários brasileiros

Ainda de acordo com o canal de televisão, as operadoras foram notificados às 11h30 para suspenderem o acesso imediatamente. O site “G1” informou que as operadoras Tim, Claro e Vivo souberam da decisão por meio da imprensa.

RANKING: 20 maiores bilionários de tecnologia

Essa já é a terceira vez que uma decisão judicial tira o aplicativo do ar. A primeira vez, em dezembro de 2015, o entrave ocorreu a pedido da 1ª Vara Criminal de São Bernardo do Campo e deixou o aplicativo suspenso por 48 horas.

LEIA MAIS: Como o Facebook transformou sua maior fraqueza em principal força

A segunda vez ocorreu em 2 de maio de 2016, por pedido feito pelo juiz Marcel Montalvão, da comarca de Lagarto, em Sergipe, o mesmo que decretou a prisão de Diego Dzodan, presidente do Facebook na América Latina, em março.

SAIBA MAIS: Juiz que bloqueou WhatsApp já mandou prender político de SE

A multa por descumprimento da ordem nesta terça-feira pode chegar a R$ 50.000 por dia.

Atualizado às 18h

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, derrubou a decisão do tribunal carioca na tarde desta terça-feira, algumas horas depois da proibição.

Comentários
Topo