Colunas

McLaren pretende investir US$ 1 bilhão em novos modelos até 2020

Reprodução

Reprodução

É só dar uma olhada nos números dos supercarros da McLaren para ficar impressionado. O braço da montadora na América do Norte divulgou as vendas do primeiro semestre de 2016 e o resultado foi muito além do esperado.

VEJA MAIS: “Nossos clientes não querem um Rolls-Royce a cada esquina’, afirma CEO

Em comparação com o último ano, de janeiro a junho, as vendas subiram 78%. Lançado no final de 2015, o modelo 570S, havia contribuído com apenas 30 unidades vendidas. Este ano, a projeção é de que chegue aos 1.000 modelos comercializados.

Há 50 anos, o nome da McLaren é associado a carros de alta performance. A primeira vitória do fundador, Bruce McLaren, foi em 1966, na corridas das 24 Horas de Le Mans. O empresário correu com um Ford GT40 e decidiu criar o seu próprio carro, para melhorar a performance. Atualmente, os planos da companhia envolvem um investimento de US$ 1 bilhão em novos modelos e acessórios nos próximos cinco anos, muitos deles com tecnologia híbrida.

Comentários
Topo