Colunas

Brasileiro é eleito pelo MIT um dos 35 jovens mais inovadores do mundo em 2016

Ronaldo Tenório, CEO e fundador da Hand Talk (Jr. Lima)

Ronaldo Tenório, CEO e fundador da Hand Talk (Jr. Lima)

O empreendedor brasileiro Ronaldo Tenório, eleito por FORBES Brasil um dos 30 destaques abaixo de 30 neste ano, entrou para a lista dos 35 jovens mais inovadores do planeta abaixo dos 35 anos, segundo o Massachusetts Technology Institute (MIT), uma das universidades de tecnologia mais respeitadas do mundo.

LISTA COMPLETA: 30 jovens mais promissores do Brasil abaixo dos 30 anos

O alagoano é CEO e cofundador da Hand Talk, aplicativo que traduz conteúdo falado para Libras, criado em 2014. Atualmente, a empresa faz cerca de seis milhões de traduções por mês. Veja a seguir o perfil do empreendedor publicado na edição de fevereiro de FORBES Brasil:

São mais de 300 milhões de surdos no mundo e a maioria deles não consegue ler na língua de seus países. Esse foi o estímulo para que Ronaldo Tenório e Carlos Wanderlan criassem, em 2012, um aplicativo que traduz o português, escrito ou falado, para a Língua Brasileira de Sinais (Libras) por meio do personagem Hugo.

O Hand Talk rapidamente ganhou manchetes e prêmios internacionais, incluindo o de melhor aplicativo social do mundo pela ONU, em 2013. Hoje, o app gratuito já foi baixado mais de 700 mil vezes e fez mais de 100 milhões de traduções. Mas esse não é e nem será o foco financeiro da empresa. “Surdos não devem pagar para ter informação”, argumenta o alagoano. A Hand Talk, hoje com dez funcionários, fatura ao criar soluções para empresas privadas: desde colocar o Hugo nos sites das companhias a elaborar totens de acessibilidade em postos de informações de shoppings.

O próximo passo é internacionalizar. De olho nos Estados Unidos, eles pretendem abrir uma nova rodada de investimento até o fim deste ano para operar em ASL, língua de sinais norte-americana.

LISTA COMPLETA: 30 jovens mais promissores do Brasil abaixo dos 30 anos

Entre os mais ilustres que entraram para a lista do MIT em diferentes anos estão os bilionários e empreendedores Sergey Brin (Google), em 2002, e Mark Zuckerberg (Facebook), em 2007.

Comentários
Topo