Colunas

Mansão de US$ 1,3 bilhão é a mais cara do mundo

Reprodução

Reprodução

Uma mansão entre Nice, na França, e Mônaco, avaliada em US$ 1,3 bilhão, é a mais cara do mundo. Chamada de Le Cedres, essa magnifica casa fica na cidade de Saint-Jean-Cap-Ferrat, uma região conhecida por receber milionários europeus para as férias de verão.

VEJA MAIS: 26 mansões mais caras à venda nos Estados Unidos

A propriedade, que pertenceu ao Rei Leopoldo II, da Bélgica, tem 10 quartos, um salão de baile e um estábulo que abriga até trinta cavalos. O local tem, também, uma piscina olímpica, 20 casas na árvore e 15.000 espécies de plantas.

A casa pertencia a Suzanne Marnier-Lapostolle, da família dona do licor Grand Marnier. No último ano, o negócio foi vendido a Campari e, junto da marca, a casa também passou a pertencer à companhia de bebidas italiana.

Comentários
Topo