Colunas

Planeta com as mesmas condições de vida da Terra é encontrado

Reprodução

Reprodução

Estudo, publicado ontem (25) no jornal “Nature”, revelou que uma luz fraca e vermelha de uma pequena estrela ilumina a superfície rochosa de um mundo a apenas quatro anos-luz da Terra.

Esse planeta recém-descoberto, ou exoplaneta, pode ter uma atmosfera que oferece apoio à vida ou pode simplesmente ser uma rocha não muito longe do nosso sistema solar. Porém, de qualquer maneira, o planeta conhecido como Proxima b é o mais próximo já descoberto fora do nosso sistema solar.

O novo estudo dá uma definição detalhada do possível planetinha orbitando a estrela Proxima Centauri, o astro luminoso mais próximo do nosso Sol, que pode ser parte do sistema de estrelas Alpha Centauri.

LEIA MAIS: Cientistas ficam a um passo de mandar o homem a Marte

“É possível concluir que as condições de sua atmosfera são propícias à vida. Essa é, provavelmente, uma das mais importantes descobertas científicas já feitas”, diz John Barnes, coautor do estudo, em um comunicado.

Cientistas descobriram o candidato a planeta usando telescópios operados pelo European Southern Observatory, assim como observações já feitas da Proxima Centauri.

Esses telescópios detectaram pequenos movimentos da estrela, os quais atribuíram à gravidade do Proxima b. Os autores do estudo, por sua vez, perceberam que as estrelas se movem em um ritmo constante, o que os permitiu medir efetivamente a órbita de onze dias em volta da estrela.

LEIA MAIS: Empresa norte-americana lança no Brasil seu helicóptero mais luxuoso

Isso pode parecer uma órbita muito pequena, contando que a da Terra dura 365 dias. De qualquer maneira, por causa do tamanho da Proxima Centauri, o Proxima b, com uma massa de aproximadamente um terço da Terra, ainda tem uma chance de ser habitável.

A estrela – conhecida como M dwarf – é muito mais fria e menos brilhante que o Sol, o que significa que a “área habitável” da estrela, a órbita na qual um planeta poderia conter água líquida em sua superfície, é muito perto da estrela.

Emborao Proxima b seja um exemplo de um mundo que possa ser habitável, ainda há várias questões a serem respondidas antes que os pesquisadores possam afirmar isso com um grau de confiança.

LEIA MAIS: Por que a Terra tem a atmosfera diferente dos outros planetas

Os cientistas ainda não têm certeza de que tipo é a atmosfera do planeta (se ela existir!). Pode ser como Vênus, com uma atmosfera grossa e densa que torna o planeta impossível de se viver ou pode não ter nenhuma.

É possível que o planeta seja ideal para o desenvolvimento de vida, mas até assim, há algumas questões que precisam ser estudadas.

Além de não praticar o movimento de rotação (o que significa que o planeta tem um lado constante de dia e outro de noite), não há a certeza de que o planeta tem um campo magnético, que o protegeria dos eventos naturais da Proxima Centauri.

LEIA MAIS: Cometa maior do que o que extinguiu dinossauros já tem data para chegar

Nos próximos anos, os pesquisadores usarão observatórios e até naves espaciais para aprender mais sobre o possível novo mundo orbitando a Proxima Centauri.

Comentários
Topo