Colunas

China tem o caminho para ir à escola mais perigoso do mundo

Caminho escola china

O caminho é considerado o mais perigoso do mundo (Reprodução/CNN)

A China tem o caminho mais perigoso do mundo para a escola, segundo o site da “CNN”. Nas montanhas do sudeste da China, na província de Sichuan, um grupo de crianças precisa descer um precipício de aproximadamente 800 metros para conseguirem estudar. Antes, eles usavam escadas de videiras que eram muito instáveis para fazer a descida. Agora, uma escada de aço está sendo construída para que eles possam fazer a viagem do topo da isolada vila de Atule’er.

15 estudantes, alguns extremamente novos, fazem a descida, que dura duas horas, da vila até a escola. A escada que está sendo construída será formada por 1.500 canos de aço e estará pronta em novembro deste ano. A obra, que terá um custo final de US$ 150.000, começou a ser construída em agosto de 2016.

LEIA MAIS: Como Jorge Paulo Lemann está investindo na educação para mudar o Brasil

Com corrimão e uma estrutura mais estável, isso fará com que a viagem dos alunos e da população do vilarejo fique mais segura. Além das aulas, os moradores fazem o percurso toda semana para comprar alguns itens e para vender seus produtos nos mercados mais próximos. Muitos moradores já sofreram graves acidentes devido às videiras que apodreceram na passagem, afirmou o jornal chinês “Beijing News”.

Er Dijiang, o chefe da vila de Atule’er, que abriga 400 pessoas, contou ao jornal “China Daily” que ele está preocupado com a viagem das crianças, e que espera que todos estejam a salvo para celebrar o Ano Novo Lunar, festa oriental que vai ocorrer no dia 9 de fevereiro de 2017.

Comentários
Topo