Colunas

“Pós-verdade” é escolhida a palavra do ano pelo Dicionário Oxford

Donald Trump

A palavra “Pós-verdade” foi escolhida como a palavra do ano, e foi analisada de acordo com o com o cenário político, social, cultural e econômico, como o Brexit e a eleição dos EUA (Getty Images)

O Dicionário Oxford escolheu “pós-verdade” como a palavra do ano, refletindo os últimos 12 meses “altamente carregados” politicamente.

A palavra, usada desde 1991, foi definida como um adjetivo relativo às circunstâncias em que fatos objetivos são menos influentes na formação da opinião pública do que os apelos emocionais. A seleção acompanha o voto do Brexit em junho e a votação presidencial dos Estados Unidos.

LEIA MAIS: 23 fatos marcantes da vida de Donald Trump

Casper Grathwohl, do Dicionário Oxford, afirmou que “pós-verdade” se tornaria uma das “palavras que definem nosso período”.

Pós-verdade, que se associou à frase “políticas pós-verdades”, termo que representa a situação em que debates políticos são moldados com mais apelos emocionais do que políticos, foi escolhido entre termos como “Bexiteer”, e “alt-right”. Eles analisam os termos de acordo com as tendências tecnológicas e com o cenário político, social, cultural e econômico do mundo.

LEIA TAMBÉM: 7 curiosidades sobre Donald Trump

No ano passado, o Dicionário Oxford escolheu “pictograma” como a palavra do ano pela primeira vez. Eles afirmaram também que o “emoji de um rosto com lágrimas de alegria” é o que mais representa o “éthos, o humor e as preocupações de 2015”.

Comentários
Topo