Colunas

Dono do hotel Emiliano está entre as vítimas de queda de avião em Paraty, que também matou Teori Zavascki

 

Teori Zavascki está entre os mortos do acidente aéreo (Agência Brasil)

Teori Zavascki está entre os mortos do acidente aéreo (Agência Brasil)

Caiu hoje (19), em Paraty, por volta da 13h45, a aeronave modelo Hawker Beechcraft King Air C90, que levava o ministro do STF Teori Zavascki e outros quatro tripulantes. A morte do relator da Operação Lava Jato no Supremo foi confirmada pelo seu filho, Francisco Zavascki.

O avião pertencia ao grupo Emiliano Empreendimentos, segundo informações de abril de 2016, disponíveis no Registro Aeronáutico Brasileiro. O dono do hotel Emiliano, Carlos Alberto Filgueiras, também estava na aeronave. Ao site “Pequenas Empresas Grandes Negocios”, a assessoria do empresário confirmou a morte.

“O Grupo Emiliano, lamentavelmente, confirma a morte de Carlos Alberto Fernandes Filgueiras, 69 anos, e do piloto Osmar Rodrigues, 56, no acidente aéreo ocorrido hoje em Paraty. Carlos Alberto e o ministro Teori Zavaski eram amigos próximos. A empresa registra seus sentimentos e condolências para a família e amigos do ministro e do piloto. A empresa informa ainda que está à disposição das autoridades colaborando com as investigações em curso.”

Segundo a Infraero, o avião decolou do Campo de Marte, em São Paulo, às 13h01, com destino a Paraty. Cinquenta militares e três embarcações da Marinha do Brasil estão envolvidos nas buscas, além do Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro.

Comentários
Topo