Colunas

Grupo SEB, da família Zaher, compra rede canadense de escolas bilíngue no Brasil

 

maple1

O empresário brasileiro Chaim Zhaer, dono do grupo educacional SEB e grande acionista da Estácio, começou o ano com os negócios acelerados.

Pouco mais de um semana depois de confirmar a recompra do sistema de ensino Pueri Domus, que havia vendido para o grupo britânico de educação Pearson em 2010, Zaher anunciou a aquisição das operações brasileiras da rede de escolas bilíngues canadense Maple Bear. A rede da Maple no Brasil é a maior da bandeira no mundo e, com ela, o grupo SEB pretende dar largada ao seu processo de internacionalização, com a expansão para outros países sul-americanos.

“Nossa meta é liderar o mercado de edução básica no Brasil e na América do Sul”, diz Zaher, presidente do SEB.

Com operações em 13 países e referência global em ensino bilíngue infantil e fundamental, a Maple está no Brasil há 10 anos e soma 85 escolas bilíngues com 15 mil alunos no país. O grupo SEB vai controlar 95% do negócio da empresa canadense na América do Sul, com opção de ingressar como acionista no restante da rede internacional da companhia no futuro. “O bilinguismo é uma grande tendência e precisa estruturar todos os processos de educação”, aposta Thamila Zaher, diretora-executiva do SEB.

roadney-briggs-presidente-maple-bear-thamila-e-chaim-zaher-do-grupo-seb1

Roadney Briggs, da Maple Bear, com Thamila e Chaim Zaher, da SEB (foto Denise Andrade/Divulgação)

A compra e expansão da Maple faz parte do amplo plano de investimentos do grupo, que deve somar R$ 400 milhões até 2018. Além de vender parte de sua participação no conglomerado universitário Estácio para bancar a aposta nos negócios de ensino fundamental, o SEB cogita recorrer à bolsa de valores com um IPO mais à frente. “Estamos esperando uma janela de oportunidade”, afirma o empresário Chaim Zaher.

Com faturamento previsto de R$ 760 milhões para 2017, o SEB soma 190 escolas (entre próprias, de parceiros e franquias) e 70 mil alunos.  Neste ano, o grupo está colocando em operação mais uma bandeira de escolas, a Concept, que terá uma unidade no Vale do Silício.

 

Comentários
Topo