Colunas

Sabrina Sato paga US$ 70 mil por foto ao lado de Kim Kardashian

sabrina-sato

Sabrina Sato ao lado de Duda Nagle, no tapete vermelho do evento

O edição 2017 do baile da amfAR – American Foundation for Aids Research foi realizada ontem (27), na casa do empresário Dinho Diniz, em São Paulo. O tradicional evento, que conta com patrocínio da Harry Winston, reuniu famosos como Katie Holmes, Kate Moss, Nizan Guanaes, Donata Meirelles e a cantora Anitta. Ao total, foi arrecadado mais de US$ 1,3 milhão para a instituição.

LEIA MAIS: Cura da Aids pode ser descoberta até 2020

O momento mais importantes do evento é o leilão beneficente, que arrecada fundos para as pesquisas em prol da cura da AIDS. Na noite de ontem, por exemplo, Sabrina Sato comprou, por US$ 70 mil, o direito de tirar uma foto ao lado da digital influencer Kim Kardashian. O registro será feito em Los Angeles, pela dupla de fotógrafos Mert Alas e Marcus Piggott. No ano passado, um beijo no cantor Ricky Martin valeu US$ 100 mil.

Ronaldo Nazário levou para casa um quadro de Vik Muniz por US$ 140 mil

O ex-jogador Ronaldo Nazário levou para casa um quadro do artista Vik Muniz – o grande homenageado da noite – por US$ 140 mil. A cantora Cher foi uma das doadoras de itens para a iniciativa: um relógio Harry Winston, ingressos para seu show em Las Vegas e um encontro.

Muitos dos artigos ou experiências disponíveis não tiveram seus valores relevados, como um perfume exclusivo da Giorgio Armani, um convite da Rainha Elizabeth II para participar do Royal Ascot (competição de cavalos na Inglaterra) e uma obra dos artistas plásticos brasileiros Os Gêmeos.

O empresário Nizan Guanaes aproveitou a ocasião para lançar uma música sobre preconceito, batizada de “Arco-íris”, interpretada por Preta Gil.

Veja cliques da noite na galeria de fotos:

  • Dinho Diniz, Vik Muniz e Felipe Diniz

  • Kate Moss

  • Katie Holmes e Fabiana Milazzo

  • Marina Goldfarb e Cauã Reymond

  • Vik Muniz

  • Juliana Paes

  • José Loreto e Débora Nascimento

Dinho Diniz, Vik Muniz e Felipe Diniz

Comentários
Topo