Colunas

Piemonte, a região perfeita para aguçar todos os sentidos

iStock

Piemonte é e sempre será minha primeira opção de dica para quem quiser conhecer um lugar mágico (iStock)

Na Itália, uma região que tem cadeira cativa no meu coração é Piemonte. Até a própria culinária do meu restaurante, como declaração do meu amor, é baseada na gastronomia de lá.

LEIA MAIS: Por que ser um “sabe-tudo” pode acabar com o seu negócio

Para mim, Piemonte jamais deixa de me encantar. Tipo de lugar que uma vida não será suficiente para visitar, pois a cada ida, não apenas descubro novas delícias, redescubro as anteriores, que sempre chegam com um gosto renovado.

Neste looping de prazeres, Piemonte é e sempre será minha primeira opção de dica para quem quiser conhecer um lugar mágico, que nos traz de volta o encantamento da simplicidade, regada a muito vinho e comidas de cair o queixo. É lá que o menos se torna muito mais!

Da arte, passando pela moda, arquitetura e desembocando no esporte, Piemonte é um oásis que sai do lugar comum de regiões como Roma, Florença, Veneza e Toscana, exemplos de escolhas feitas pela maioria dos turistas.

Visitar vinícolas é experimentar, não apenas jorram vinhos incríveis, mas histórias fascinantes, com vinhedos a perder de vista, que enchem os olhos de qualquer mortal.

VEJA TAMBÉM: Por que é preciso se reinventar o mais rápido possível

À mesa, a culinária de influência francesa dá a Piemonte a combinação de mar e terra, com frutos do mar, carnes e trufas (só para começar). A natureza completa a maravilhosa paisagem, com um charme discreto e irresistível.

Ali, tudo deve ser apreciado sem pressa, em doses homeopáticas, com cheiros, olhares, paladar, tato e audição meticulosamente apurados com tudo que Piemonte oferece.

A região também modifica sua beleza a cada uma das estações do ano que (não tão) sutilmente dão outra personalidade a vários elementos do local. E isso, claro, não tem limites. Portanto, permita-se!

Juscelino Pereira é formado sommelier pela ABS, presidente da Confraria dos Restaurateurs de São Paulo e diretor da Associação de Restaurantes de São Paulo (ANR). Sua opinião é pessoal e não reflete a visão editorial de FORBES Brasil.

Comentários
Topo