Colunas

3 melhores cidades norte-americanas para millennials se estabelecerem definitivamente

Os millennials amam viajar. Mesmo que isso traga algum prejuízo. De acordo com um estudo de 2016 feito pelo Airbnb e pela empresa de pesquisa de marketing GfK, na lista de prioridades dos jovens da geração Y viajar é mais importante do que pagar as dívidas. Mas, de acordo com um relatório do instituto de pesquisa Pew Research, de fevereiro de 2017, os millennials estão se mudando cada vez menos.

VEJA MAIS: 3 qualidades que os millennials devem ter para ser contratados

Apenas 20% dos jovens entre 25 e 35 anos se mudaram no último ano e a mobilidade dos millennials é, atualmente, mais baixa que de uma pessoa de 50 anos. O relatório do Pew afirma que, para muitos jovens adultos que se mudaram no último ano, as oportunidades de trabalho eram a principal motivação. Outro estudo sobre para onde se mudar, conduzido pelo site de educação financeira Growell, identificou que a maioria das chances profissionais estão concentradas em cidades norte-americanas.

O problema é que os millennials estão se estabelecendo nas cidades erradas. De acordo com David Johnson, um jornalista de dados da “Time”, Nova York teve o maior fluxo de jovens da geração do milênio, com 29.774 deles migrando para lá entre 2010 e 2015. Isso ocorre devido aos altos salários e uma boa disponibilidade de oportunidades. Mas, a métrica real, aquela que importa, não inclui o número de empregos disponíveis ou o valor dos salários, mas sim o rendimento líquido.

LEIA TAMBÉM: Mais de um terço dos millennials lêem, sem permissão, as mensagens de seus parceiros

E é neste ponto em que Nova York e outras importantes áreas metropolitanas falham. Custos de vida exorbitantes eliminam a maioria, senão todos os benefícios financeiros. Na verdade, a big apple aparece em 95º lugar na lista do Growella das 100 melhores cidades para millennials justamente por este motivo.

A meta para estes jovens deveria ser, então, mudar-se para cidades que ofereçam melhores oportunidades de trabalho e custos mais baixos de vida.

Veja, a seguir, as 3 três cidades norte-americanas que representam o melhor dos dois mundos para os millennials viajantes prontos para se estabelecerem ou, pelo menos, se instalarem de uma vez.

  • 1. Durham, Carolina do Norte

    A cidade da Carolina do Norte oferece três vezes mais vagas e um custo de vida 6% menor na comparação à média do país. O transporte pode aumentar um pouco o custo de vida, com base nos valores do combustível, da manutenção e do carro em si, mas, felizmente, Durham está entre as Top 15 do país em termos de facilidade de locomoção.

    Apenas para comparar, Nova York tem o maior tempo mais de deslocamento do que qualquer outra cidade dos Estados Unidos. Sem mencionar que muito tempo perdido no transporte é algo associado a uma baixa satisfação com a qualidade de vida.

  • 2. Pittsburgh, Pensilvânia

    De acordo com o relatório sobre o trânsito publicado em 2016 pela American Public Transportation Association, Pittsburgh possui o 26º maior sistema de trânsito público do país, utilizado por 92% a mais de pessoas do que a taxa média nacional. De acordo com análises da Smart Asses, empresa especializada em questões financeiras, que usou dados do Departamento do Censo dos Estados Unidos, o sistema de transporte público que Pittsburgh oferece é o 11º mais rápido entre as principais cidades. Além disso, apesar de não oferecer muito em termos de altos salários, o custo de vida é 11% mais baixo do que a média nacional, o que aumenta o rendimento líquido dos profissionais.

  • 3. Nashville, Tennessee

    De acordo com o estudo do Growella, o crescimento de empregos em Nashville é 42% maior do que a média nacional. Além disso, a cidade está entre as 100 com maior rendimento líquido graças ao baixo custo de vida e à abundância de transporte público.

1. Durham, Carolina do Norte

A cidade da Carolina do Norte oferece três vezes mais vagas e um custo de vida 6% menor na comparação à média do país. O transporte pode aumentar um pouco o custo de vida, com base nos valores do combustível, da manutenção e do carro em si, mas, felizmente, Durham está entre as Top 15 do país em termos de facilidade de locomoção.

Apenas para comparar, Nova York tem o maior tempo mais de deslocamento do que qualquer outra cidade dos Estados Unidos. Sem mencionar que muito tempo perdido no transporte é algo associado a uma baixa satisfação com a qualidade de vida.

Comentários
Topo