Colunas

Exibição no antigo Muro de Berlim relembrará histórias de vítimas da Alemanha Oriental

Getty Images

O muro caiu em novembro de 1989 devido à enorme pressão popular e ao declínio do poder da União Soviética (Getty Images)

Uma instalação a céu aberto será inaugurada em um antigo trecho do Muro de Berlim no final de semana, com fotos de soldados patrulhando a fronteira antes fatal e histórias dos perseguidos por trás da barreira.

LEIA MAIS: Soho House, o clube de luxo de Berlim que já foi ministério de Hitler

“Beyond the Wall” (Além do Muro), com 229 metros de comprimento e voltada para o oriente, foi concebida para manter viva a memória do muro divisor erguido pelas autoridades da Alemanha Oriental comunista no dia 13 de agosto de 1961, quase 56 anos atrás.

O muro caiu em novembro de 1989 devido à enorme pressão popular e ao declínio do poder da União Soviética.

A nova exibição mostra instantâneos de vídeos do Muro de Berlim que o artista germano-norte-americano Stefan Roloff filmou do oriente em 1984, incluindo os de soldados da Alemanha Oriental observando através de binóculos, subindo escadas de torres de vigilância e caminhando ao logo da estrutura.

“Há pouquíssimos lugares autênticos onde você ainda consegue ver o que sobrou do muro”, disse Klaus Lederer, senador berlinense responsável pela cultura, em uma coletiva de imprensa.

A exibição também conta com histórias e silhuetas de pessoas cujas vidas foram afetadas pelo muro – incluindo um homem que as autoridades acusaram de ter um fetiche, uma mulher presa por receber um cartão postal de um amigo de Berlim Ocidental e outra cujo apartamento foi alvo de escutas da Stasi, a polícia secreta da Alemanha Oriental.

Comentários
Topo