Colunas

LVMH pretende transformar local histórico de Paris em parque de diversões

Getty Images

O contrato de concessão do Jardin d’Acclimatation tem duração de 25 anos (Getty Images)

A gigante francesa de produtos de luxo LVMH, dona da marca de moda Louis Vuitton, conduzirá um plano de ‎€ 60 milhões (US$ 72 milhões) para transformar um jardim de 157 anos de Paris, o Jardin d’Acclimatation, em um dos três maiores parques de diversões da França.

LEIA MAIS: Noite em luxuoso hotel recém-inaugurado em Paris custa US$ 36.000

A LVMH, que administra o parque desde 1984, tem uma participação de 80% em uma parceria com a Compagnie des Alpes, uma desenvolvedora de parques temáticos e resorts de ski.

Autoridades de Paris renovaram no último ano a concessão da LVMH para a área de 18 hectares no oeste da cidade, abrindo o caminho para a reforma do jardim e de suas atrações. O contrato de concessão tem duração de 25 anos.

As obras começarão no dia 4 de setembro e irão até o dia 1º de maio do próximo ano para a construção de 17 novas atrações, algumas com o tema “steampunk”, um subgênero de ficção científica inspirado nas máquinas a vapor industriais do século 19.

A Compagnie des Alpes e a LVMH, controladas pelo bilionário Bernard Arnault, querem elevar o número de visitantes anuais do parque de 2 milhões atualmente para cerca de 3 milhões até 2025, o que o ainda o deixaria atrás da Disney de Paris, mas a frente do Parc Asterix. “Nosso objetivo é que o Jardin d’Acclimatation fique em segundo ou terceiro lugar entre os parques temáticos da França”, disse Delphine Pons, chefe de desenvolvimento da Compagnie des Alpes, em coletiva de imprensa.

Comentários
Topo