Colunas

Venda de Ferraris e outros supercarros importados acelera no Brasil

A venda de supercarros importados – como Ferrari e Lamborghini – voltou a acelerar no Brasil em 2017.

LEIA MAIS: Conheça o 812 Superfast, a berlinetta mais rápida e poderosa da Ferrari

De janeiro a julho, foram emplacados no país 12 modelos da marca italiana Ferrari, segundo dados da Associação Brasileira de Empresas Importadoras e Fabricantes de Veículos Automotores (Abeifa). No ano passado, no mesmo período, haviam sido apenas 7, praticamente a metade.

No lote de Ferraris emplacadas neste ano estão 4 exemplares do modelo 488 Spider, que custa cerca de R$ 3,4 milhões, 2 exemplares da 488 GTB (R$ 2,7 milhões) e um exemplar do modelo F12 Berlinetta, um dos veículos mais caros produzidos pela fabricante italiana, que custa cerca de R$ 3,6 milhões no Brasil.

Também as vendas de Lamborghini se multiplicaram: foram emplacados 6 veículos da marca no país entre janeiro e julho, ante 2 do mesmo período do ano passado. Os veículos da Lamborghini eram todos do modelo Huracán, que pode chegar a custar R$ 2,6 milhões.

 

No caso da Maserati, outra marca italiana de supercarros, o número de emplacamentos quadruplicou: passou de 7 nos primeiros meses de 2016 para 33 neste ano.

VEJA TAMBÉM: Novo Porsche 911 é apresentado no Reino Unido

Já a Porsche acelerou de 497 para 652 veículos emplacados no período. O destaque da Porsche foi o modelo Macan, que teve 244 unidades emplacadas.

Os supercarros  andaram na contramão do restante do mercado de importados, cuja venda desacelerou em 2017. Segundo a Abeiva, de janeiro e julho deste ano foram emplacados 16.001 veículos produzidos fora do Brasil. No ano passado, no mesmo período tinham sido 21.537.

Comentários
Topo