Eminem ganha caso de direitos autorais contra partido da Nova Zelândia

Getty Images
Rapper receberá US$ 413 mil pelo uso de cópia de seu hit de 2002, “Love Yourself”, em campanha política (Getty Images)

Um partido político da Nova Zelândia deverá pagar mais de US$ 400 mil ao rapper Eminem por usar música semelhante ao seu hit de 2002 “Lose Yourself” em uma propaganda de televisão para uma eleição nacional.

LEIA MAIS: 20 celebridades mais bem pagas da Europa em 2017

A música, reproduzida durante a bem-sucedida campanha eleitoral do Partido Nacional de 2014 e intitulada “Eminem Esque”, foi julgada por um tribunal neozelandês como tendo “copiado substancialmente” o título original.

O Partido Nacional usou a música 186 vezes durante a campanha antes de tirar a propaganda do ar, afirmou o tribunal.

“Essa decisão é um alerta para produtores de músicas e seus clientes em toda parte”, disse em comunicado Adam Simpson, diretor da Simpsons Solicitors, que atuou em favor da companhia de música de Eminem, a Eight Mile Style.

VEJA TAMBÉM: Os 5 rappers mais ricos do mundo em 2017

O Partido Nacional disse que a música era licenciada com um dos principais órgãos de direitos autorais da indústria na Nova Zelândia, a Sociedade Australasiana de Donos de Direitos Autorais Mecânicos (AMCOS).

“Uma vez licenciada e disponível para compra, e tendo acatado conselhos de nossos fornecedores, o partido acreditou que a compra era legal”, afirmou o presidente do Partido Nacional, Peter Goodfellow, em comunicado.

O tribunal considerou que a Eight Mile Style tem direito a danos no valor de 600 mil dólares neozelandeses (US$ 413 mil) com juros do dia 28 de junho de 2014.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).