Colunas

Poluição mata três vezes mais do que AIDS, tuberculose e malária juntas

A poluição do ar, da água e do solo causou cerca de 9 milhões de mortes prematuras no mundo em 2015, de acordo com um relatório recente da revista científica “Lancet”. Se analisados separadamente, o maior fator de risco é o da poluição do ar, que contribuiu para mais de 6,5 milhões de mortes, enquanto a água e o solo estão ligados a 1,8 milhão e 800 mil mortes, respectivamente.

VEJA TAMBÉM: Europa bate países da Ásia em número de mortes por poluição

A maioria das mortes ocorreu em nações pobres e em desenvolvimento, sendo que Bangladesh, Somália e Chade foram as mais afetadas – a poluição está ligada a mais de um quarto das mortes nos três países.

Em 2015, a Índia teve 2,5 milhões de mortes prematuras devido à poluição, enquanto na China o número foi de 1,8 milhão. Nos Estados Unidos, a causa foi diretamente relacionada a 5,8% das mortes, um total de 155 mil.

O número de 9 milhões de mortes causadas pela poluição apresentado pela “Lancet” representa 16% de todas as mortes no mundo. O fator hoje mata três vezes mais pessoas do que AIDS, tuberculose e malária juntas. Além disso, causa 15 vezes mais mortes do que a guerra e a violência.

Veja, no infográfico elaborado pela empresa de pesquisas “Statista”, a comparação das principais causas de morte no mundo:

Comentários
Topo