Colunas

Retrato raro e inacabado de rainha Maria da Escócia é descoberto

Reprodução

O raio x mostrou a forma do rosto de uma mulher (Reprodução)

Um retrato raro e inacabado que se acredita ser da rainha Maria da Escócia foi descoberto sob outra pintura do século 16 depois que um exame de raio x revelou uma figura tênue semelhante à monarca executada.

LEIA MAIS: Retrato de Cristo pintado por Da Vinci pode chegar a US$ 100 milhões em leilão

Uma mulher com características semelhantes de representações quase contemporâneas de Maria Stuart foi revelada durante um exame de um retrato de sir John Maitland atribuído a Adrian Vanson, um holandês que foi pintor da corte do filho de Maria, o rei Tiago 4º da Escócia (Tiago 1º da Inglaterra).

O raio x mostrou a forma do rosto de uma mulher e a silhueta de seu vestido e chapéu debaixo das camadas superiores de tinta, em uma pose e aparência similares aos da rainha na ocasião.

Maria foi forçada a abdicar em 1567, ao ser implicada no assassinato do marido, presa na Inglaterra por sua prima, Elizabeth 1ª, em 1568, e executada em 1587.

A pintura normalmente fica exposta na Casa Ham do Conselho Nacional, no sudoeste de Londres.

“O retrato de sir John Maitland de Vanson é uma pintura importante da coleção do Conselho Nacional, e a descoberta notável do retrato inacabado de Maria da Escócia acrescenta uma dimensão oculta empolgante a ele”, disse David Taylor, curador de pinturas e esculturas do Conselho Nacional.

Comentários
Topo