Colunas

Artista Vik Muniz abre seu primeiro restaurante, no Jockey do Rio de Janeiro

Um dos artistas plásticos brasileiros mais bem cotado no exterior, o artista brasileiro Vik Muniz está em contagem regressiva para a inauguração de seu primeiro negócio gastronômico.

LEIA MAIS: Benjamin, padaria de Lemann e Diniz, chega a Pinheiros

Em sociedade com o empresário e cervejeiro Cello Camolese Macedo, empreendedor da noite carioca, Vik abre neste mês na cidade do Rio de Janeiro a Casa Camolese, que reúne restaurante, bar, cervejaria artesanal, charcutaria, rotisseria, café e clube de jazz. O negócio tem endereço antológico: uma casa tombada colada ao Jockey Club Brasileiro ou Hipódromo da Gávea, no Rio.

O complexo tem inauguração oficial prevista para o dia 8 de dezembro, mas vai operar em soft opening a partir do próximo dia 20, para treinamento final de funcionários e outros ajustes.

Encravado entre o Jardim Botânico, a Lagoa e o Leblon, no Rio de Janeiro, o hipódromo fundado em 1926 é um grande oásis verde cujos entornos estão sendo revitalizados, depois de um período de intenso abandono. A pista do Jockey carioca já tem a vizinhança de atrações como os restaurantes Rubaiyat e o Inverso Gávea e a galeria de arte Carpintaria.

DEMORA BUROCRÁTICA

O projeto da dupla Muniz e Macedo tinha previsão de inauguração no início de 2016, antes dos Jogos Olímpicos do Rio, mas atrasou por conta de demoras no licenciamento das obras no complexo histórico do Hipódromo.

Com 850 metros quadrados, a Casa Camolese ocupa uma casinha de tijolos com fachada tombada pelo patrimônio histórico da Rua Jardim Botânico, 983, que foi restaurada com projeto de Bel Lobo. A casa faz parte da antiga Vila Portugal, ocupada por tratadores de cavalos e outros funcionários do Jockey.

VEJA TAMBÉM: Jamie Oliver abrirá restaurantes em Curitiba e no Rio

Vik Muniz é um dos artistas brasileiros mais reconhecidos no exterior. Suas obras costumam frequentar o catálogo de leiloeiros conceituados como Sotheby´s e Christie´s, por valores médios de US$ 50 mil.

Macedo, cujo nome do meio dá nome ao empreendimento, é um dos fundadores da rede de pizzarias Vezpa e da Cervejaria Devassa. Também está na retaguarda ao Zaza Bistrô e à casa noturna 00.

Espia como vai ser a Casa Camolese:

  • Além de restaurante, casa vai abrigar clube de jazz

  • Reforma atrasou quase dois anos

  • Fachada tombada da casa

  • Vik Muniz com o sócio Macedo

  • Espaço vai ter cervejaria artesanal

  • Um atrativo será a vista para a pista do Jockey

Além de restaurante, casa vai abrigar clube de jazz

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).

Comentários
Topo