Colunas

Robô de filme “Planeta Proibido” é leiloado por valor recorde para acessório cenográfico

Reuters

Robby roubou a cena em “Planeta Proibido” graças a seu senso de humor seco (Reuters)

Robby, o Robô, a criatura que participa do filme de ficção científica de 1956 “Planeta Proibido”, foi vendido por US$ 5,375 milhões em um leilão, estabelecendo valor recorde para um acessório cenográfico, informou uma casa de leilões de Nova York, na terça-feira (21).

LEIA MAIS: 10 filmes com a maior bilheteria da história

A Bonhams, que realizou a venda, disse que o preço superou o recorde anterior para um acessório de cena, estabelecido em US$ 4 milhões pela estátua de falcão do clássico “Relíquia Macabra”, de Humphrey Bogart, e que ultrapassou também os US$ 4,6 milhões pagos pelo vestido branco usado por Marilyn Monroe em “O Pecado Mora ao Lado”.

“Robby é um desses símbolos da cultura norte-americana que está entranhado em nosso DNA”, disse Catherine Williamson, diretora de peças de entretenimento da Bonhams, em comunicado.

Com sua cabeça em formato de domo de vidro e membros funcionais, incluindo pernas que parecem pilhas de bolas de boliche, Robby é um servo devoto do Professor Morbius. Ele roubou a cena em “Planeta Proibido” graças a seu senso de humor seco e a partes do corpo que acendem quando ele fala.

O robô de três peças foi construído por aproximadamente US$ 100 mil, valor que, ajustado pela inflação, equivaleria a quase US$ 1 milhão nos dias de hoje. O nome do comprador não foi divulgado.

Comentários
Topo