Colunas

Funcionário demissionário do Twitter deleta conta de Donald Trump

GettyImages

Trump tem feito extenso uso da rede social para enviar mensagens atacando seus oponentes e promovendo suas políticas. (GettyImages)

A conta no Twitter do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump (@realdonaldtrump) foi deletada ontem (2) por um funcionário do Twitter, em seu último dia de trabalho na companhia. O perfil ficou desativado por 11 minutos, antes de ser restaurado, informou a rede social.

VEJA TAMBÉM: Como Donald Trump perdeu US$ 600 milhões em apenas um ano

Trump tem 41,7 milhões de seguidores no Twitter e faz extenso uso da rede social para enviar mensagens de ataque a seus oponentes e de promoção de suas políticas, tanto durante a campanha presidencial de 2016 quanto desde que assumiu a presidência, em janeiro último.

“Descobrimos que isso foi feito por um funcionário do suporte ao cliente em seu último dia de trabalho. Estamos conduzindo uma revisão interna completa”, disse o Twitter em um tuíte. “Continuamos a investigar e estamos adotando medidas para impedir que isso aconteça novamente”, acrescentou.

Porta-vozes da empresa não quiseram comentar o assunto, e a Casa Branca não respondeu às solicitações de entrevista.

Comentários
Topo