Colunas

Seis maneiras de lidar com a síndrome do impostor

A síndrome do impostor não afeta apenas pessoas realmente bem-sucedidas: estima-se que 70% das pessoas irão passar por pelo menos um episódio do fenômeno ao longo da vida.

VEJA TAMBÉM: 3 dicas para controlar o ego e parar de pensar tanto – sem meditação

A síndrome do impostor aparece normalmente durante tentativas de algo diferente: um novo projeto ou emprego, uma retomada aos estudos ou até um discurso em público. O fenômeno pode ser descrito como aquela voz em nossas cabeças que diz: “Quem é você para dizer qualquer coisa sobre isso? Em breve todos irão descobrir que você, na verdade, não tem a menor ideia do que está fazendo”. Ou então: “Tudo o que você conquistou foi produto de sorte ou das circunstâncias, e nada tem realmente a ver com sua experiência ou com suas habilidades”.

A síndrome do impostor aparece quando as pessoas estão mais vulneráveis e pode impedir o crescimento e a exposição dos profissionais às oportunidades.

Veja, na galeria de fotos, 6 dicas para identificar e combater a síndrome do impostor:

  • Pratique mindfulness
    Preste atenção em seus pensamentos. Se você puder identificar como a síndrome do impostor se manifesta para você, será mais fácil reconhecer quando ela estiver acontecendo e exterminá-la.

  • Fale em voz alta
    É muito provável que, assim que você fale sobre o que está pensando em voz alta, perceba que não faz sentido.

  • Pratique a gratidão
    Identifique, com frequência, tudo que você alcançou e assuma os créditos. Não se subestime – tenha orgulho do seu trabalho duro e se dê conta dele.

  • Aceite elogios
    Quando receber cumprimentos e agradecimentos por um trabalho bem feito, não delete a informação. Agradeça e aproveite a glória de um elogio merecido.

  • Pare de tentar fazer tudo perfeitamente
    O perfeccionismo tem um grande papel na síndrome do impostor. Quanto mais perfeitamente você tentar fazer as coisas, mais crítico você será com você mesmo. Tente perceber quando está trabalhando demais, em uma tentativa de compensar algo que você acha que não tem tanta habilidade. Isso pode começar a afetar outras áreas da sua vida.

  • Cometa erros e siga em frente
    A síndrome do impostor vem do medo de falhar. Tente ficar mais confortável com a rejeição e a falha. Você nunca terá uma vida desprovida dessas duas coisas e, quanto antes você aceitar isso, melhor.

    A síndrome do impostor é um experiência comum com a qual a maioria das pessoas lida. Você não pode deixar que ela o impeça de realizar coisas que o deixam vulnerável.

Pratique mindfulness
Preste atenção em seus pensamentos. Se você puder identificar como a síndrome do impostor se manifesta para você, será mais fácil reconhecer quando ela estiver acontecendo e exterminá-la.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).

Comentários
Topo