Colunas

Tatsuro Toyoda, ex-presidente da Toyota, morre aos 88 anos

Divulgação

Toyoda liderou o crescimento da empresa para se tornar uma das principais montadoras do mundo. (Divulgação)

Tatsuro Toyoda, ex-presidente da Toyota Motor Corp. que liderou o crescimento da empresa para se tornar uma das principais montadoras do mundo, morreu de pneumonia no último dia 30 de dezembro, aos 88 anos.

VEJA TAMBÉM: Toyota testará carro falante e autônomo até 2020

Um dos filhos de Kiichiro Toyoda, fundador da empresa, ele era o sétimo presidente da montadora, deixou o posto em 1995, mas permaneceu em outros em cargos, como conselheiro, um título que deteve até a sua morte. Toyoda deixou a presidência inesperadamente após uma hospitalização prolongada, supostamente por hipertensão. Na época, porém, especulou-se que ele houvesse sofrido um leve derrame.

Antes de se tornar presidente da Toyota, Toyoda foi fundamental no estabelecimento da joint venture na Califórnia com a rival norte-americana General Motors, chamada de NUMMI, sigla em inglês para New United Motor Manufacturing Inc., que começou sua produção em 1984. Na época, foi aclamado como um pioneiro em colaborações internacionais na indústria.

Com uma carreira focada em operações mundiais, Toyoda ficou conhecido por seus esforços para criar a cultura corporativa da Toyota de super eficiência, trabalho em equipe e empoderamento de trabalhadores.

Seu irmão Shoichiro Toyoda, que ele sucedeu na presidência, é pai do atual presidente da montadora, Akio Toyoda.

LEIA: Toyota vai investir R$ 1 bi em fábrica de veículos em SP

Nascido em 1929, Tatsuro Toyoda se formou com prestígio na Universidade de Tóquio como engenheiro mecânico. Em 1953, entrou na Toyota. Toyoda se formou em um MBA em 1958, na New York University, onde estudou com o especialista em controle de qualidade W. Edwards Deming, um norte-americano creditado por ter influenciado a manufatura japonesa e ajudado a desenvolver sua reputação por busca incessante por qualidade.

Comentários
Topo