Rita Lee é a brasileira que mais vendeu livros de não-ficção em 2017

Rita Lee foi a autora brasileira que mais vendeu livros na categoria não-ficção no Brasil em 2017.

LEIA MAIS: Conheça o livro recomendado por Bill Gates, Mark Zuckerberg e Barack Obama

No último ano, a cantora vendeu 98 mil exemplares de sua “Autobiografia”, lançada no final de 2016.

Em segundo lugar entre os autores brasileiros de não-ficção ficou a dupla Padre Fábio de Melo e Leandro Karnal, que assinam o livro “Crer ou Não Crer”, que desovou 65,4 mil exemplares em 2017.

A liderança do ranking das obras de não-ficção no mercado brasileiro no ano passado é de um estrangeiro: o israelense Yuval Noah Harari vendeu 134, 2 mil exemplares de “Sapiens”.

É dele também o quarto livro mais vendido da categoria no país no último ano: “Homo Deus”, com 59,5 mil exemplares comercializados.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).