Família de ator de “Star Trek” chega a acordo por acidente fatal

Getty Images
Anton Yelchin, de 27 anos, morreu em junho de 2016 (Getty Images)

A família do falecido ator Anton Yelchin, conhecido por seu papel em “Star Trek”, chegou a um acordo judicial com a Fiat Chrysler Automobiles por conta do acidente de um Jeep Grand Cherokee que o matou há quase dois anos.

LEIA MAIS: 32 filmes que, como “Pantera Negra”, arrecadaram mais de US$ 1 bilhão em bilheteria

Termos do acordo, que foi apresentado no Tribunal Superior de Los Angeles na terça-feira (20), não foram divulgados.

Acredita-se que o processo apresentado pelos pais de Yelchin, os patinadores artísticos Victor e Irina Yelchin, seja a primeira queixa de homicídio sobre o recall de abril de 2016 da Fiat Chrysler de mais de 1,1 milhão de veículos por conta de risco de rolagem.

Yelchin, de 27 anos e mais conhecido pelo papel de Pavel Chekov na nova sequência de filmes da franquia “Star Trek”, morreu em junho de 2016 quando seu Grand Cherokee ano 2015 rolou para trás na entrada íngreme de sua casa em Los Angeles, prendendo o ator contra uma parede de tijolos e uma cerca.

Em comunicado, a Fiat Chrysler informou ontem (22) que está “satisfeita de ter alcançado uma resolução amigável nesta questão. Nós continuamos a estender nossos mais profundos sentimentos à família Yelchin por sua perda trágica”.

O advogado da família Yelchin, Gary Dordick, não respondeu aos pedidos de entrevista.

VEJA TAMBÉM: UNDER 30 de FORBES Brasil terá indicações online

O último papel de Yelchin foi no filme independente “Thoroughbreds”, que foi lançado neste mês.

O processo também acusava a Fiat Chrysler de negligência, deficiência de produto e violação da garantia.

Na época da morte de Yelchin, o problema de rolagem havia sido associado a, pelo menos, 68 ferimentos, 266 acidentes e 308 relatos de danos a propriedades.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).