Como treinar a sua força interior com 5 minutos por dia

A perseverança não é fácil. Antes de culpar a sua falta de força de vontade por uma performance decepcionante, considere que poucos minutos são o bastante para treinar a sua mente e alcançar os seus objetivos. O treinamento mental, na verdade, é parecido com o físico.

VEJA TAMBÉM: Como o mindfulness combate o estresse e o cansaço gerados pelo trabalho

Fazer 50 flexões por dia requer apenas poucos minutos do seu tempo, e fazer isso constantemente o ajudará a consolidar a sua forma física. Ao mesmo tempo, você pode treinar o seu cérebro para pensar de maneira diversa e administrar as emoções e os comportamentos de maneira mais produtiva.

Além disso, é preciso prestar atenção em seus maus hábitos. Sentir-se arrependido, desistir depois do primeiro fracasso e desperdiçar a própria força são alguns dos maus hábitos que podem devastar a sua rotina de “levantamento de pesos mental”. Deixar para trás as atitudes pouco saudáveis o ajudará a trabalhar de maneira mais inteligente.

Veja, na galeria de fotos abaixo, 3 maneiras de treinar a sua força interior:

  • Elenque as coisas que o satisfazem

    Contar as suas gratificações, ao contrário das suas reclamações, tem um grande impacto sobre a sua saúde psicológica. Estudos mostram que a gratidão aumenta a felicidade e reduz a depressão. Pense em três coisas pelas quais você é grato na sua vida: pela água quente que sai do chuveiro, por exemplo, ou pela brisa fresca em um dia quente. Estudos demonstram que é possível mudar fisicamente o seu cérebro ao fazer da gratidão um hábito. Escreva em um diário ou elenque as coisas pelas quais você é grato durante o jantar ou antes de ir dormir. Com o passar do tempo, agradecer se tornará um reflexo incondicional e trará vários benefícios, que vão da melhora do sono a um maior condicionamento físico.

  • Pratique a consciência

    É impossível permanecer em equilíbrio enquanto repensamos qualquer coisa que aconteceu na semana anterior ou nos preocupamos com o que pode acontecer na semana que vem. A consciência consiste em permanecer no momento presente. Como o presente é única hora em que é possível mudar seu comportamento, é importante ser capaz de se concentrar no “aqui e agora”. A ciência demonstra que a consciência traz uma série de benefícios tanto físicos quanto psicológicos, como a redução do estresse e um diálogo interior mais misericordioso.

    Então, reserve um minuto para se concentrar no que acontece à sua volta, perceba os sons, olhe ao redor. Preste atenção em como você se sente. Com a prática regular, sua capacidade de concentração irá aumentar, algo difícil no frenético mundo de hoje. Além disso, você será capaz de desfrutar de cada momento, pois estará menos distraído com os problemas de ontem e as preocupações de amanhã.

  • Aja como deseja ser

    Pode ser tentador esperar até se sentir “pronto” para uma mudança. Porém, esperar se sentir bem consigo mesmo antes de fazer qualquer coisa, como esperar se sentir feliz antes de convidar seus amigos para sair, pode ser contraproducente. Estudos demonstram que você deveria se comportar como a pessoa que você quer se tornar. Quando você começar a mudar o seu comportamento, os seus pensamentos e as suas emoções irão segui-lo. Quando você estiver triste, em vez de curvar os ombros e olhar para o chão, tente corrigir a postura e sorrir: você irá sentir uma melhora instantânea no seu humor.

    Além disso, não espere que a confiança surja do nada. Pergunte-se como agir de maneira mais confiante, mesmo quando estiver cheio de dúvidas. Agir como uma pessoa segura o ajuda a se sentir mais seguro consigo mesmo. Mais do que isso, muitas pesquisas demonstram que agir com segurança aumenta também a confiança que os outros depositam sobre você. Tente se perguntar o que alguém mentalmente forte faz e, então, comporte-se como se você se sentisse assim.

Elenque as coisas que o satisfazem

Contar as suas gratificações, ao contrário das suas reclamações, tem um grande impacto sobre a sua saúde psicológica. Estudos mostram que a gratidão aumenta a felicidade e reduz a depressão. Pense em três coisas pelas quais você é grato na sua vida: pela água quente que sai do chuveiro, por exemplo, ou pela brisa fresca em um dia quente. Estudos demonstram que é possível mudar fisicamente o seu cérebro ao fazer da gratidão um hábito. Escreva em um diário ou elenque as coisas pelas quais você é grato durante o jantar ou antes de ir dormir. Com o passar do tempo, agradecer se tornará um reflexo incondicional e trará vários benefícios, que vão da melhora do sono a um maior condicionamento físico.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).