Desistência do pai da noiva tumultua casamento real

Getty Images
Harry e Meghan se unirão no sábado (19) na Capela de São Jorge do Castelo de Windsor

O cuidadosamente planejado casamento do príncipe Harry com a atriz norte-americana Meghan Markle neste final de semana sofreu hoje (15) um possível revés depois que o pai da noiva disse, a um site de celebridades, que não comparecerá mais ao evento.

LEIA MAIS: Lego constrói réplica do casamento real

O casamento entre Harry, de 33 anos, neto da rainha Elizabeth e sexto na linha sucessória ao trono, e Meghan, de 36 anos, será no sábado (19) na Capela de São Jorge do Castelo de Windsor.

Thomas Markle, de 73 anos, deveria conduzir a filha ao altar diante de 600 convidados, incluindo a nata da realeza britânica e uma grande quantidade de celebridades.

Mas, ontem (14), o site “TMZ” noticiou que ele decidiu não ir à cerimônia majestosa no castelo, lar dos monarcas ingleses e britânicos há quase mil anos.

Ele disse à publicação que não quer constranger a filha ou a família real depois que surgiram reportagens segundo as quais ele aceitou ser fotografado por um paparazzo em troca de pagamento. Ele também disse ter sofrido um ataque cardíaco uma semana atrás.

VEJA TAMBÉM: Casamento real provocará demanda extra de energia

“Este é um momento profundamente pessoal para a senhorita Markle nos dias que antecedem seu casamento”, disse o Palácio de Kensington, o escritório de Harry, em um comunicado. “Ela e o príncipe Harry pedem mais uma vez que a compreensão e o respeito se estendam ao senhor Markle nesta situação difícil.”

Um porta-voz do príncipe não quis comentar diretamente a reportagem do “TMZ”, nem dizer se o pai de Meghan estará na cerimônia.

Samantha Markle, meia-irmã da atriz, disse ao programa de televisão “Good Morning Britain” que espera que ele compareça, mas que isso depende de sua saúde.

Os pais da noiva são divorciados e, embora Harry tenha sido visto com a mãe da noiva, Doria Ragland, de 61 anos, surgiram especulações sobre como Thomas Markle, um ex-diretor de iluminação de novelas e séries, participaria do evento. Além de levar a filha ao altar, ele deveria se encontrar com a rainha, seu marido e os outros membros da família Windsor nesta semana.

Milhares de jornalistas de todo mundo estarão em Windsor para cobrir o evento, e Thomas Markle disse que a atenção midiática cobrou seu preço. Ele afirmou que lhe ofereceram US$ 100 mil por entrevistas e que foi perseguido por paparazzi, cujas fotos o mostraram bebendo cerveja e parecendo desarrumado.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).