Por que drones podem injetar 42 bilhões de libras no Reino Unido

iStock
Estudo apontou o impacto que os gadgets podem ter nas finanças do Reino Unido e identificou melhorias significantes em todos os setores

Os drones têm o potencial de transformar a economia em mais sustentável e eficiente, segundo um novo relatório da PwC (PricewaterhouseCoopers). O estudo apontou o impacto que os gadgets podem ter nas finanças do Reino Unido e identificou melhorias significantes em todos os setores.

LEIA MAIS: FAA anuncia selecionados para projeto de drones

Segundo a pesquisa, essas novas tecnologias são modos importantes para monitorar e administrar, por exemplo, os riscos vindos de mudanças climáticas. No caso dos drones, eles também podem injetar £42 bilhões na economia do Reino Unido, dos quais £1,1 bilhão viriam da agricultura, mineração e energia. O relatório estima que mais de 25 mil drones podem ser operados nesses setores até 2030, e 76 mil no Reino Unido como um todo.

O estudo da PwC mostra que os drones podem ser usados na agricultura para torná-la mais produtiva e sustentável. Além de eliminar insetos das plantações, eles podem monitorar as atividades e coletar dados de seca ou áreas alagadas.

Uma pesquisa anterior enfatizou o potencial de drones no corte de emissão de carbono ao entregar encomendas, substituindo os tradicionais caminhões. A análise da PwC também levantou a área de vendas e trocas é outro setor beneficiado pelos drones. É esperado que a indústria gere £7.7 bilhões na próxima década.

Segundo Elaine Whyte, da PwC, “para que os drones tenham seu maior potencial, o foco imediato deve ser conquistar a confiança da sociedade na tecnologia para auxiliar a aceitação e aumentar seu uso. Enquanto os drones frequentemente são vistos como brinquedos, se combinarmos as novas tecnologias com o entendimento certo de negócios, pode existir uma grande oportunidade para ajudar a resolver alguns dos maiores problemas da sociedade”.

VEJA TAMBÉM: Líder do mercado mundial de drones abre primeira loja física oficial no Brasil

Jonathan Gillham, diretor de economia da PwC, completa: “Drones podem criar significativos avanços na economia do Reino Unido. Os maiores ganhos deverão vir na produtividade. Ao automatizar tarefas do cotidiano, avançar na eficiência e na segurança e reduzir custos, os drones deixarão as pessoas livres para que foquem em trabalhos que demandam mais empenho humano”.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).