Stan Lee obtém ordem de proteção contra cuidador

Getty Images
A petição para a ordem de restrição foi protocolada em nome de Lee por seu advogado Tom Lallas

Uma ordem temporária de restrição foi emitida hoje (14) contra o cuidador de Stan Lee, Keya Morgan, que foi acusado ante um tribunal de submeter o magnata da Marvel, de 95 anos, a abusos desde que assumiu o comando de seus assuntos legais no início do ano.

LEIA MAIS: Filme da Marvel estabelece recorde em noite de estreia

A petição para a ordem de restrição foi protocolada em nome de Lee por seu advogado Tom Lallas, que disse que foi removido da função de advogado de Lee em fevereiro, quando o colecionador de memorabília Keya Morgan “se inseriu na vida do sr. Lee” depois da morte de sua esposa, no ano passado.

De acordo com a versão de Lallas em documentos de apoio no tribunal, Morgan tomou o controle da casa de Lee, contratou seguranças com ordens para manter afastados familiares e outras pessoas nas quais Lee confiava, e então o tirou de sua casa familiar e o mudou para um edifício.

“O requerente, juntamente com serviços de proteção ao adulto e as forças policiais, acredita que o sr. Morgan está influenciando e isolando o sr. Lee”, escreveu Lallas na petição.

Durante as últimas cinco décadas, Lee criou e ajudou a promover personagens como o Homem-Aranha, Homem de Ferro, Hulk e uma série de outros super-heróis da Marvel, que se tornaram figuras míticas na cultura pop e sucessos retumbantes nas bilheterias de cinema.

VEJA TAMBÉM: “Han Solo” decepciona com US$ 103 mi na estreia

Morgan foi preso na segunda-feira (11) sob suspeita de registrar um boletim policial falso ao fazer uma ligação de emergência para o número 911 para um assalto na casa de Lee. A ligação foi feita pouco depois que dois detetives de polícia e um assistente social foram chamados para checar o estado de Lee, de acordo com um depoimento policial incluído na petição de Lallas.

No início da semana Lee disse, em um vídeo postado em sua conta no Twitter, que Morgan é a única pessoa que o representa.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).