Fotos

10 maneiras de manter o autocontrole

Dormir muito tarde, checar os e-mails obsessivamente, comer muito carboidrato – manter o autocontrole é uma luta diária.

Apesar de algumas pessoas não acreditarem, todos possuem a habilidade de desenvolver essa qualidade. É o que nos separa do resto do reino animal: em vez de responder automaticamente aos instintos, o ser humano pode planejar e avaliar suas ações antes de realiza-las.

Portanto, isto é algo pode ser aprendido e colocado em prática. A seguir, conheça dez maneiras de dominar o autocontrole e comece a ditar as regras de sua vida:

  • A pior coisa que você pode fazer com o seu corpo – e seu cérebro – é ficar com fome. Quando o açúcar em seu sangue está muito baixo, a probabilidade de você não resistir aquele chocolate é muito maior. Um estudo da Universidade Estadual de Ohio mostrou que os participantes com menos açúcar no sangue ficam irritados ou bravos com mais frequência. Nosso cérebro precisa de combustível, e quando não o recebe tem dificuldade de regular nossas emoções. Comidas com alto valor de proteínas são a melhor escolha

  • Não é fácil ter total controle da mente. E quando seus pensamentos vêm acompanhados de ansiedade e inquietude, a probabilidade de você pensar e agir impulsivamente são muito maiores. A meditação é talvez a melhor ferramenta para encontrar seu equilíbrio mental. A atividade libera o hormônio GABA, responsável por regular a ansiedade. Apenas alguns minutos durante o dia já fazem a diferença.

  • Similar ao que acontece quando você não se alimenta, ficar sem dormir é completamente desastroso para o corpo e a mente. A habilidade do cérebro de absorver glicose diminui significantemente– além do sono, será ainda mais difícil manter o autocontrole. Tente manter uma rotina que prejudique seu sono o mínimo possível.

  • A atividade física o mantem saudável em todos os aspectos: corpo, mente e espírito. Além dos claros benefícios físicos, exercitar-se provoca mudanças químicas no cérebro como o aumento dos níveis de endorfina e serotonina, hormônios associados ao bem-estar.

  • Principalmente em relação à atividade física, terão dias que você não vai querer nem pensar em levantar da cama e ir para a academia. Ou passará o dia todo vendo vídeos de gatos na internet porque não dormiu bem na noite anterior e não consegue se concentrar no trabalho. Nestes dias, você realmente precisa obrigar-se a fazer a coisa certa. Estudos dizem que leva cerca de dois meses até que algo se torne um hábito – mas isso depende de você e da atividade em questão.

  • Pense na solução, e não no problema. Tornar-se sua melhor versão física, mental e espiritual requer uma perspectiva positivas de sua vida. Uma boa dica para manter o alto astral é anotar todos os seus esforços, os bons e os ruins, e lembrar-se de se perdoar quando falhar.

  • Perceba que apesar de seus esforços serem os mais importantes, você não precisa fazer nada sozinho. Saiba quando pedir ajudar. Um sistema de suporte deve ser só isso: algo para te auxiliar quando você mais precisar. Peça para sua família e amigos para ficarem de olho em você para ter certeza que está fazendo de tudo para chegar a seu objetivo.

  • A chave para manter o autocontrole pode estar na sua habilidade de visualizar seus objetivos – se você acreditar irá conseguir. Este tipo de trabalho mental vem sendo usado com atletas há muitos anos. Estudos mostram que imaginar algo e fazer algo ativam as mesmas redes de neurônios no cérebro. Portanto, ao visualizar suas realizações completas, você já começou a trabalhar nelas.

  • Ao se deparar com alguma tentação – uma comida que você não pode comer, sua cama depois do trabalho – desvie sua atenção ao se distrair com outra coisa. Tente usar essa técnica em diversos aspectos de sua vida: convenientemente esqueça seu cartão de crédito em casa e leve uma quantia limitada quando for sair para evitar gastos excessivos; mantenha apenas comidas saudáveis em sua casa para evitar aqueles ataques desastrosos à geladeira na madrugada.

  • Ao falar de autocontrole, conhecimento é poder. Não importa qual seja o assunto que esteja lhe atrapalhando: entendê-lo e dominá-lo deve ser seu plano de ataque. Leia livros ou artigos pertinentes. Descubra pessoas por perto que tenham passado por uma situação similar e use suas experiências como guia do que fazer ou o que evitar. Informar-se o mantem preparado para qualquer coisa que aparecer.

A pior coisa que você pode fazer com o seu corpo – e seu cérebro – é ficar com fome. Quando o açúcar em seu sangue está muito baixo, a probabilidade de você não resistir aquele chocolate é muito maior. Um estudo da Universidade Estadual de Ohio mostrou que os participantes com menos açúcar no sangue ficam irritados ou bravos com mais frequência. Nosso cérebro precisa de combustível, e quando não o recebe tem dificuldade de regular nossas emoções. Comidas com alto valor de proteínas são a melhor escolha

Topo