Fotos

7 destinos para quem ama comer

Cada vez mais, as pessoas vêm viajando em busca de boa comida. De acordo um relatório da empresa de turismo Manda Research, 51% dos turistas em 2013 disseram estar atrás de culinárias diferentes e experiências exóticas – número alto comparado aos 40% de 2006.

Em parte, este crescimento é graças ao chefe celebridade Anthony Bourdain, que com dois programas TV – “Sem Reservas”, pelo Discovery Travel & Living e pelo TLC, e “Parts Unknown” pela CNN – e livros best-sellers em todo o mundo, transformou o ato de viajar e a interação com a culinária nativa de cada lugar. Foi ele quem vendeu ao resto do mundo uma ideia deliciosa sobre viagens: faça-as pela comida.

Se você também pensa assim, conheça sete destinos pelo mundo para os amantes da culinária:

  • A culinária é uma das características mais fortes de Cingapura, que foi escolhida como uma dos melhores destinos de 2015 pela especialista Lonely Planet. Um caldeirão de pessoas e cozinhas, conhecer a comida de rua da cidade é imperdível. Por questões de segurança, os vendedores foram obrigados a se mudar para pequenos centros em pequenos shoppings.

  • Muitos estados oferecem “rotas culinárias” como atração turística. O Breakfast Burrito Byway , no Novo México, agrupa 50 restaurantes em 43 cidades e o Kentucky Bourbon Train, no Kentucky, teve mais de 550.000 visitantes no ano passado. Outra rota famosa é Hoosier Pie Trail no Connecticut, permite que você experiente centenas de sabores de tortas.

  • Conhecida por seus sabores complexos, a culinária de países asiáticos como Tailândia, Camboja e Vietnã deixam seus admiradores (incluindo Bourdain) em êxtase. Se você quer experimentar a sopa pho ou conhecer os ingredientes exóticos suados em Myanmar, o tour do Globe Trotting Gourmet é totalmente dedicado à comida: sua história, as diferenças regionais, a cultura das ruas, técnicas de preparo. A viagem dura entre 5 e 10 dias.

  • O destino culinário mais quente atualmente é o Peru, lugar aonde a cozinha tradicional vem ganhando toques modernos como a gastronomia molecular. Isto acontece graças à rica história do país e abundancia de ingredientes locais. Reserve pelo menos 2 dias para dedicar-se às comidas; você pode facilmente montar um roteiro com as dezenas de opções premiadas.

  • Se resorts são sua ideia do paraíso, considere este na Montanhas Fumegantes no Tennessee onde a comida é a principal atração. O Blackberry Farm, um rancho de 390 m², tem uma vila culinária completa com cervejaria, confeitaria e salumeria. O resort ainda oferece spa e diversas atividades ao ar livre.

  • Entre todos os hotspots norte-americanos, Nova York – principalmente o Brooklyn e o Queens – ainda é o lugar ideal para ter um gostinho de centenas de culinárias e suas inovações. Naturalmente, os tours gastronômicos precisam acomodar todos os sabores – comece pelo Famous Fat Dave’s 5 Borough Tour, premiado pelo New York Times e velho conhecido de Bourdain.

  • A experiência gastronômica muda de nível quando você tem a ajuda de um expert local e um arqueólogo. A Elifant Archaeo Tours leva seus turistas pelos locais desconhecidos de Roma, como as ruínas de Portus e um matadouro de 1890. As refeições são feitas com foco nas origens do alimento. O tour explora apenas a Itália e dura cerca de 8 dias.

A culinária é uma das características mais fortes de Cingapura, que foi escolhida como uma dos melhores destinos de 2015 pela especialista Lonely Planet. Um caldeirão de pessoas e cozinhas, conhecer a comida de rua da cidade é imperdível. Por questões de segurança, os vendedores foram obrigados a se mudar para pequenos centros em pequenos shoppings.

Topo