Fogo Island Inn, o hotel de luxo entre as geleiras do Polo Norte

Fogo Island Inn é um hotel de luxo em um lugar inusitado: o “Iceberg Alley” é uma área entre as costas de Labrador e Terra Nova, no extremo nordeste do Canadá, onde é possível observar os movimentos de migração dos gigantes icebergs. O lugar foi idealizado por Zita Cobb, nascida na pequena Ilha Fogo, para preservar a história da região.

Zita deixou a ilha já adulta para trabalhar numa firma de aquisições. Por dois séculos, a principal fonte de renda da Ilha Fogo foi o bacalhau. Os pescadores usavam apenas barcos e redes, e ao entregar a mercadoria aos comerciantes no final da temporada eram pagos em largas quantias.  Essa realidade havia mudado quando a empreendedora voltou à ilha.

Zita então investiu quase US$ 43 milhões de seu próprio dinheiro para a construção de hotel e dezenas de outros empreendimentos na ilha. E o Fogo Island Inn nem é propriedade dela – pertence à fundação da comunidade, Shorefast, que Zita também ajudou a organizar.

Além disso, boa parte dos lucros do hotel – com 29 suítes a partir de US$ 650 (aproximadamente R$ 1.628) – é direcionada para microprojetos da comunidade. Um deles é a estufa comunitária da onde o Fogo Island Inn retira a maioria dos ingredientes em seu cardápio.

Interessado na história do Fogo Island Inn? Conheça mais na galeria sobre o hotel de luxo entre as gelerias:

  • O hotel de luxo entre as geleiras do Ártico possui 29 suítes.

  • O hotel fica no “Iceberg Alley”, uma área entre as costas de Labrador e Terra Nova, no extremo nordeste do Canadá, onde é possível observar os movimentos de migração dos gigantes icebergs.

  • Zita então investiu quase US$ 43 milhões de seu próprio dinheiro para a construção de hotel e dezenas de outros empreendimentos na ilha.

  • Apesar dos investimentos de Zita, o Fogo Island Inn pertence à fundação da comunidade, Shorefast, que a empresária também ajudou a criar.

  • Os pescadores usavam apenas barcos e redes, e ao entregar a mercadoria aos comerciantes no final da temporada eram pagos em largas quantias. Essa realidade havia mudado quando a empreendedora voltou à ilha.

  • A observação dos icebergs é a principal atividade do hotel, mas ainda há diversas opções como trilhas e caminhadas.

  • Boa parte dos lucros do hotel é direcionada para microprojetos da comunidade – um deles é a estufa comunitária da onde o Fogo Island Inn retira a maioria dos ingredientes em seu cardápio.

  • A súite custa a partir de US$ 650 (aproximadamente R$ 1.628)

  • Todos os aposentos do hotel tem vista privilegiada para as gélidas águas e os icebergs.

O hotel de luxo entre as geleiras do Ártico possui 29 suítes.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).