Fotos

Grandes CEOs que já foram demitidos de suas empresas

O cargo de CEO, tão sonhado por muitos, tem menos glamour e muito mais preocupações do que aparenta. Mesmo em uma pequena startup, supervisionar equipes, controlar gastos e torcer para sempre estar tomando a melhor decisão é complicado e nem todos sabem lidar com a situação.

Para os empreendedores desta lista, ter fundado suas companhias não os poupou de perder o cargo da presidência – a maioria deles foi obrigada a sair por baixos lucros e má-administração, o que prova que a vaga de CEO tem muito mais desafios do que as pessoas inicialmente imaginam.

Veja na galeria 6 fundadores que foram demitidos de suas próprias empresas:

  • O cofundador da Apple foi forçado a sair de sua própria companhia após pedir pela saída do então CEO John Sculley. Jobs só retornou à Apple quando a empresa adquiriu sua startup NeXT.

  • Em 2007, David Neeleman foi retirado da presidência de sua empresa, Jet Blue – as alegações eram de quem a companhia seria mais rentável sob outra direção. Neeleman, que continuou com a Jet Blue, fundou outra companhia área no ano seguinte, a Azul.

  • O cofundador e então CEO do Yahoo! permaneceu no cargo por pouco mais de novo. Na época, ele foi duramente criticado com recusar uma oferta da Microsoft e por baixos lucros. Ele deixou sua posição em 2008, e saiu de vez da empresa em 2012.

  • O cofundador do Etsy deixou o cargo de CEO de empresa em 2008, e novamente em 2011. A feira de artesanatos on-line foi criada no apartamento em seu apartamento no Brooklyn. Kalin permanece na direção da empresa.

  • McClendon fundou a Chesapeake Energy em 1982, com apenas 23 anos. Em janeiro deste ano, o CEO anunciou que deixara o cargo em meio à acusações de corrupção e uso do dinheiro da companhia para fins pessoais.

  • Lazaridis deixou o cargo de CEO da RIM no começo de 2012, em parte por pressão dos acionistas. Também deixou o conselho da empresa um ano após o lançamento do Blackberry10, produto criador para tentar adaptar a companhia ao novo mercado de telefones quem um dia já dominou Lazaridis fundou a RIM em 1984.

O cofundador da Apple foi forçado a sair de sua própria companhia após pedir pela saída do então CEO John Sculley. Jobs só retornou à Apple quando a empresa adquiriu sua startup NeXT.

Topo