Fotos

Jimmy Fallow e a revolução do talk show

O chamado “talk show”, no formato que estamos acostumados a ver, foi uma invenção do executivo Sylvester Weaver. O que é esse tal formato? A sequência monólogo de humor – entrevista – banda de apoio – show musical criada para o “Tonight Show”. Ele, que vem a ser pai da atriz Sigourney Weaver, era presidente da rede NBC na década de 1950 e foi responsável por programas que duram até hoje na programação da rede americana, como o próprio “Tonight Show” e o matutino “Today”. Desde o início de 2014, assumiu o comando do programa aquele que viria a dar sangue novo à antiga fórmula: o ator e comediante Jimmy Fallow. Afiado por anos de carreira em outro programa famoso da NBC, o “Saturday Night Live”, no qual aprendeu como poucos a arte da improvisação, Fallow criou quadros impagáveis no “Tonight Show”:

  • A brincadeira é a seguinte: Fallow chama uma celebridade que também sabe mimetizar vozes e expressões faciais e propõe um jogo no qual os dois serão, alternadamente, desafiados a imitar alguém. Mas, atenção: só tem graça se você conhecer os imitados.

  • A brincadeira é trabalhosa: consiste em escolher uma música de rap, colher todas as palavras da canção nas notícias que Williams lê no telejornal Nightly News, e fazer uma edição ágil. O efeito é hilariante: parece que o apresentador está de fato fazendo rap.

  • O apresentador do Tonight Show convoca celebridades a descobrir os nomes de filmes, músicas e livros usando apenas a linguagem corporal. A brincadeira é antiga, mas na TV, com pessoas famosas duelando entre si, fica muito engraçado.

A brincadeira é a seguinte: Fallow chama uma celebridade que também sabe mimetizar vozes e expressões faciais e propõe um jogo no qual os dois serão, alternadamente, desafiados a imitar alguém. Mas, atenção: só tem graça se você conhecer os imitados.

Topo