Fotos

Onde comer e beber em New Orleans

Para quem não quer ficar no Brasil durante o carnaval para fugir da folia, é melhor ficar longe de New Orleans. O Mardi Gras, evento carnavalesco que acontece anualmente nesta época, dura quase um mês de comemorações com muita festa, colares de conta, máscaras e paradas com bandinhas pela rua.

Não é nem de perto a melhor opção para descansar, mas, para quem quer agito, a histórica cidade de Luisiana tem restaurantes e bares que também merecem atenção durante a folia. Veja na galeria de fotos 10 lugares para aproveitar New Orleans, especialmente durante o Mardi Gras:

  • Com o nome já entrega (cochon quer dizer “porco” em francês), a carne suína é a especialidade da casa. E apesar de tudo no cardápio ser delicioso, o jacaré frito com maionese de alho e as costelas de porco levam o troféu da casa. O melhor horário para conhecer o restaurante do renomado chef Donald Link.

  • O Galatoire’s é a pedida clássica para um bom happy hour na sexta feira em New Orleans. O restaurante está na Bourbon Street há mais de cem anos! Apareça lá para o almoço e estique a refeição com os deliciosos drinques da casa.

  • Inaugurado em 2012, o R’evolution é relativamente novo se comparado os restaurantes centenários da cidade. Mas não pense que ele deixa algo a desejar: os aperitivos de mocotó e as costelas são famosos. Vá para o jantar.

  • Faça uma reserva para o almoço neste histórico restaurante, que está em atividade desde o final do século 19. É o tipo de lugar onde os homens usam ternos e as mulheres estão sempre impecáveis, mas o preço é uma pechincha: no máximo US$ 45 pela refeição completa e os martinis saem por US$ 0,25!

  • Este é um dos mais antigos e melhores restaurantes de New Orleans, em atividade desde 1840. O brunch dos domingos tornou-se uma das atrações mais imperdíveis da cidade.

  • Este é o melhor restaurante entre os muitos do renomado chef e empreendedor John Besh. Há uma distância segura da multidão do Mardi Gras, o August serve a culinária francesa contemporânea com um toque especial dos ingredientes locais do centro-sul dos EUA. Vá para um jantar memorável com os amigos.

  • Grandes ostras e lagostim: não precisa dizer mais nada, apenas que esta é um das melhores casas de frutos do mar de Luisiana. Vá cedo ou depois das três da tarde: as filas são quilométricas na hora do almoço.

  • O Sazerac é deslumbrante, o tipo de lugar onde você encontraria Don Draper e Roger Sterling se “Mad Man” se passasse em New Orleans. Mas como muitos outros bares no centro antigo da cidade, este é um lugar para apreciar um bom happy hour e conversar, e não ficar bêbado. Espere drinques deliciosos e um público diferenciado.

  • O belíssimo hotel Garden District já foi até cenário de filme (“Pretty Baby – Menina bonita”, em 1978), o que faz a parada para alguns drinques enquanto caminha pelas ruas ainda mais saborosa.

  • Em atividade desde 1886, o Hotel Monteleone tem tantos toques especiais que é difícil escolher o que mais se destaque. Além de seu passado literário muito forte, tendo como hóspedes frequentes nomes como Ernest Hemingway, Tennessee Williams, William Faulkner, Truman Capote e Anne Rice, o bar do hotel é uma atração única: em formato de carrossel, a mesa circular para 25 pessoas realmente gira – mas é preciso chegar bem cedo para conseguir dar uma voltinha.

Com o nome já entrega (cochon quer dizer “porco” em francês), a carne suína é a especialidade da casa. E apesar de tudo no cardápio ser delicioso, o jacaré frito com maionese de alho e as costelas de porco levam o troféu da casa. O melhor horário para conhecer o restaurante do renomado chef Donald Link.

Topo