Fotos

5 cenários de filmes indicados os Oscar 2015 que você pode visitar

Mais do que histórias fortes e excelentes narrativas, os indicados ao Oscar em Melhor Filme deste ano tem cenários tão marcantes que chegam a ser como personagens da trama. A Costa do Oceano Pacífico é mais do que apenas uma locação em “Livre”: a paisagem faz parte do enredo e serve tanto como antagonista quanto companheira da personagem de Reese Witherspoon.  Como não falar de “O Grande Hotel Budapeste”, onde o cenário tem destaque até no título?

Mais do que uma propaganda ou um panfleto, o filme acaba destacado o local enquanto aguça a imaginação do potencial visitante. E este tipo de atenção funciona como mágica para as agencias de turismo. São diversas espalhadas no mundo especializadas apenas em locações famosas de filmes e seriados.

Veja na galeria de fotos as locações de 5 filmes indicados ao Oscar de 2015 que você pode visitar:

  • Esta poderosa cena do filme na Ponte Edmund Pettus em Selma, Alabama, realmente foi filmada no local exato do conflito em 1965. A ponte, onde os visitantes podem caminhar, tornou-se patrimônio nacional em 2013. No Museu Nacional de Direitos Civis, localizado no mesmo hotel onde Martin Luther King Jr foi assassinado e a algumas horas de carro de Memphis, no Tennessee, é possível saber mais sobre a história do movimento e seus principais nomes.

  • A floresta em “Caminhos da Floresta” realmente parece coisa de conto de fadas, mas isto não quer dizer que você não possa visita-las. Para as cenas do castelo, a locação escolhida fica na Inglaterra. A apenas 2 horas do centro de Londres, em Hambleden, é possível conhecer o Castelo de Dover e conferir a paisagem que serviu de cenário para a história.

  • Se você estava planejando uma visita para o hotel retratado no filme, está sem sorte: ele não existe. Mas foi inspirado em diversas propriedades de luxo, como o Grandhotel Pupp, na República Tcheca. Este já apareceu na grande tela algumas vezes: foi cenário para “Casino Royale” (2006) e “As Férias da Minha Vida” (2006). A diária sai a partir de US$ 195.

  • A paisagem é mais do que um cenário neste filme: ela trabalha junto com o enredo e serve tanto quanto antagonista como companheira da personagem de Reese Witherspoon. A Costa do Oceano Pacífico tem 4.264 kms e vai desde a fronteira mexicana até a canadense. Portanto, há inúmeros lugares espetaculares que você pode visitar dia e noite, além de pequenas caminhadas. Nas regiões mais baixas, na Califórnia, evite apenas os meses mais quentes do ano, que tornam qualquer caminhada inviável.

  • Como grande parte do filme se passava em salas fechadas, o melhor lugar para aprofundar sua experiência é em Bletchley Park, ao norte de Londres, onde está um museu dedicado à criptografia e a este episodio da Segunda Guerra Mundial. Uma réplica da maquina de Alan Turing, usada para a quebra dos códigos, também está no museu.

Esta poderosa cena do filme na Ponte Edmund Pettus em Selma, Alabama, realmente foi filmada no local exato do conflito em 1965. A ponte, onde os visitantes podem caminhar, tornou-se patrimônio nacional em 2013. No Museu Nacional de Direitos Civis, localizado no mesmo hotel onde Martin Luther King Jr foi assassinado e a algumas horas de carro de Memphis, no Tennessee, é possível saber mais sobre a história do movimento e seus principais nomes.

Topo