A fabulosa vida de Evan Spiegel, o bilionário mais jovem do mundo

A vida está sendo gentil com Evan Spiegel. Sua empresa, Snapchat, está prestes a receber um investimento de US$ 200 milhões (cerca de R$ 636 milhões) da gigante de e-commerce Alibaba. Outra arrecadação de fundos a caminho poderá aumentar o valor da companhia para US$ 19 bilhões (R$ 60 bilhões).

RANKING: 20 maiores bilionários do mundo

E com o patrimônio liquido avaliado em US$ 1,5 bilhão (em torno de R$ 4,7 bilhões), o CEO de 24 anos é oficialmente o bilionário FORBES mais jovem do mundo. Spiegel vive uma vida privilegiada e sabe disso. “Sou um jovem branco e estudado”, disse em uma conferência recentemente. “Tenho muita, muita sorte. E a vida não é justa com todos”.

MAIS RANKING: 15 bilionários mais jovens de 2015

O site Business Insider selecionou os momentos de mais destaque da trajetória do CEO. Conheça mais sobre a vida de Evan Spiegel:

  • Recentemente, o CEO disse ter planos para que o Snapchat envolva-se mais com o mercado da música e quem sabe, até abrir sua própria gravadora. Na foto, Spiegel posa com o CEO da Epic Records L.A. Reid e a cantora CEO LA Reid.

  • Spiegel já esteve envolvido em rumores de romance com a cantora Taylor Swift. Segundo as revistas de fofoca, os dois se conheceram no final de 2013 e namoraram em segredo por vários meses. Spiegel demonstrou interesse em adquirir a Big Machine, gravadora que representa a norte-americana, mas o acordo nunca foi fechado.

  • Spiegel, George Lucas e o Shane Smith, CEO da Vice, durante evento da revista Vanity Fair em outubro de 2014.

  • Após uma rodada de investimentos de sucesso em junho de 2014, a primeira coisa que Spiegel comprou foi uma Ferrari.

  • Isto mudou em novembro de 2014, quando Spiegel comprou sua própria casa em Brentwood, por US$ 3,3 milhões (algo em torno de R$ 10,5 milhões). Com três quartos, incluindo um com terraço, a propriedade tem mais de 260 m².

  • Spiegel largou a faculdade a poucos meses da formatura para se dedicar integralmente ao Snapchat. O trio desenvolveu a maior parte do app em 2012, na casa do pai de Spiegel. Apesar de a equipe ter se mudado para um escritório na praia de Venice logo depois, o CEO permaneceu morando com o pai por muitos anos, em parte porque “o aluguel é barato”.

  • Spiegel entrou para a Universidade Stanford, onde conhece os futuros cofundadores do Snapchat Reggie Brown e Bobby Murphy. “Nós não éramos os garotos legais”, disse Murphy em uma entrevista à Forbes. “Então tentávamos construir coisas que fossem”. Os três eram membros da fraternidade Kappa Sigma, onde Spiegel era responsável pela organização das festas e eventos sociais.

  • A família Spiegel era membro de clubes exclusivos, como o Jonathan Club e o La Jolla Beach & Tennis Club. Faziam viagens frequentes para a Europa. “Vivemos em uma bolha”, disse Spiegel na carta onde pediu pelo novo carro.

  • Por estar sempre dirigindo até a cidade, o estudante estava à procura de um carro que gastasse menos gasolina do que o Cadillac. Em uma carta de 2008, Spiegel pediu os pais para que alugassem uma BMW 550i, que custa cerca de US$ 75.000 (em torno de R$ 238.000). “Carros me trazem muita alegra”, escreveu ele. “Seria muito grato se vocês validassem todo meu trabalho duro com o aluguel da BMW”.

  • Ao tirar a carteira de habilitação, com 16 anos (idade mínima exigida pela legislação norte-americana), Spiegel ganhou um Cadillac Escalade 2006 que guardava todos os dias no estacionamento fechado da Southern California Edison ao lado de sua escola. A empresa é a maior distribuidora de energia elétrica dos EUA e o pai de Spiegel a representou durante a crise de energia em 2000.

  • Spiegel cresceu em Pacific Palisades, um bairro chique de Los Angeles, na California, Estados Unidos. Ele é o filho mais velho de dois advogados; os pais se separaram quando Spiegel ainda estava no ensino médico.

Recentemente, o CEO disse ter planos para que o Snapchat envolva-se mais com o mercado da música e quem sabe, até abrir sua própria gravadora. Na foto, Spiegel posa com o CEO da Epic Records L.A. Reid e a cantora CEO LA Reid.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).