Fotos

Os bens confiscados do ex-bilionário Eike Batista

Há cerca de cinco anos, Eike Batista, fundador da OGX, tinha uma fortuna pessoal estimada em US$ 30 bilhões, tornando-o a sétima pessoa mais rica do mundo no ranking FORBES.

O cenário de hoje em dia é um pouco diferente. Todos os seus bens estão sendo confiscados pelo Estado. Em 2010, o ex-bilionário repreendeu a FORBES por ter o questionado sobre os fundamentos básicos de sua empresa. “Não, não e não”, ele disse. “A OGX é 0% especulação”. Em outubro de 2013, ele foi à falência por conta de uma dívida de US$ 5,1 bilhões.

Desde então, ele está sendo acusado por obter informações privilegiadas. Muitos de seus “troféus”, como uma Lamborghini que ele mantinha estacionada em sua sala de estar, um iate e carros que estavam na casa de sua ex-mulher Luma de Oliveira, foram apreendidos pela polícia federal.

Em fevereiro, a saga tomou outro rumo: Flávio Roberto de Souza, o juiz responsável pelo caso de Eike Batista tomou posse de um dos seus carros, um Porshe Cayenne. Ele disse aos repórteres que pegou apenas para guardar de maneira segura, e “para proteger da exposição ao sol, chuva e possíveis danos”. Batista havia previsto há alguns anos que em 2015 ele seria o homem mais rico do mundo. Ao todo, os bens confiscados do ex-bilionário foram muitos: R$ 8.900 em dinheiro, dezesseis relógios, seis veículos de luxo, três jet skis, um celular, um computador, um Ovo Fabergé (falso), uma escultura, um barco e um iate. Veja na galeria de fotos alguns dos meios de transporte que Eike perdeu:

  • O iate foi comprado pelo ex-bilionário em 2006 por cerca de R$ 85 milhões.

  • O modelo da Pershing tem quatro suítes, sala com TV de 67 polegadas e capacidade para 20 pessoas.

  • O exclusivo modelo do superesportivo não sai por menos de R$ 3 milhões.

  • O ex-bilionário possuía um modelo 2015 do Porsche, vendido por encomenda por cerca de R$ 970.000.

  • O modelo de 2008 da Hilux SW4, segundo a tabela Fipe, tem o preço médio estimado em R$ 87.400.

  • O preço estimado para o Smart passa dos R$ 53.000.

O iate foi comprado pelo ex-bilionário em 2006 por cerca de R$ 85 milhões.

Topo