Fotos

3 hotéis de luxo para conhecer no Alasca

O Alasca é um dos lugares mais exóticos da América do Norte. Apesar de pertencer aos Estados Unidos, é muito diferente do resto do país. O eterno clima de inverno dá um ar diferente para o estado, que tem montanhas enormes, pistas de ski e lugares completamente desertos. Aliás, a natureza é abundante: mais da metade do território é formada por uma área de proteção ambiental.

GALERIA DE FOTOS: 15 hotéis de luxo para aproveitar a praia 

Muitos turistas que vão conhecer o destino ficam em vans para acampar ou alojamentos baratos com banheiros divididos. Os hotéis luxuosos do Alasca ficam mais afastados e é mais difícil de chegar neles. Para alguns é preciso pegar helicóptero ou até um hidroavião.

A experiência vale a pena. Veja na galeria de fotos três hotéis que fazem da viagem ao Alasca ainda mais interessante:

  • Ultima Thule Lodge

    Localizado em uma ilha, é um dos hotéis mais isolados do Alaska. Para chegar até ele é preciso dirigir e ter muita paciência: são seis horas de estrada de Anchorage a Chitina e depois um voo de 90 minutos.

    O dono, Paul Claus, provavelmente foi uma das primeiras pessoas a chegar ao local, em 1960. Em 1982, ele e sua mulher decidiram fazer da ilha seu lar e transforma-lo em um hotel. Até hoje negócio é familiar.

  • Ultima Thule Lodge

    São cinco cabanas de maneira com varandas, todas cheias de flores como petúnias e margaridas. Cada uma delas é um pequeno oásis com móveis vintage, tapetes de pele de urso e chuveiro quente. Os hóspedes compartilham uma sauna de madeira, banheira de hidromassagem e um pavilhão principal onde é servido o jantar, feito com vegetais orgânicos.

  • Tordrillo Mountain Lodge

    A ideia de construir o hotel começou quando o esquiador medalhista olímpico Tommy Moe foi até as montanhas Tordrillo e depois ficou com vontade de voltar. Desde então, ele e outros parceiros transformaram o local entre o lago Judd e o rio Talachulitna em um dos destinos mais procurados por quem gosta de explorar e de aventuras. O hotel oferece atividades como heli-ski – passeio de Jet Ski e de helicóptero para entrar mais fundo na natureza – e outras. Guias acompanham os hóspedes na exploração.

  • Tordrillo Mountain Lodge

    Para chegar ao hotel, é preciso pegar um voo em Anchorage, que demora 40 minutos. Ótimo para quem quer fugir de pontos turísticos tradicionais, o Tordrillo tem vista para dois vulcões e para o Mount McKinley e é uma boa opção para aqueles que gostam de pescar.

    A acomodação principal tem 520 m² e acomoda 12 pessoas. As janelas são todas de vidro e a sala de estar, onda há uma lareira, é compartilhada. No hotel há sauna e banheira de hidromassagem. O outro alojamento, que tem cinco quartos, fica do outro lado do lago.

  • Favorite Bay Lodge

    Esse hotel é menos isolado que os outros dois. Mesmo com um a comunidade de Angoon, que tem algumas centenas de pessoas, perto, o local não perde a tranquilidade. A pesca é uma das atividades mais comuns no hotel, especialmente durante o verão.

  • Favorite Bay Lodge

    Os 12 quartos do Favorite são luxuosos e decorados, além de terem banheiros grandes. A sala de jantar é grande e tem o pé direito alto. O local também tem lareira e três paredes de vidro para que os hóspedes possam apreciar a vista da baía Favorite.

    Algumas das atividades oferecidas no hotel são passeios de caiaque ou bote a motor pelo rio e trilha para ver águias e ursos, muito comuns na região.

Ultima Thule Lodge

Localizado em uma ilha, é um dos hotéis mais isolados do Alaska. Para chegar até ele é preciso dirigir e ter muita paciência: são seis horas de estrada de Anchorage a Chitina e depois um voo de 90 minutos.

O dono, Paul Claus, provavelmente foi uma das primeiras pessoas a chegar ao local, em 1960. Em 1982, ele e sua mulher decidiram fazer da ilha seu lar e transforma-lo em um hotel. Até hoje negócio é familiar.

Comentários
Topo