Fotos

Novo hotel no Japão tem (muitos) funcionários robôs

Um novo hotel no Japão, aberto na semana passada, tem funcionários robôs! Isso mesmo: ao chegar à recepção do Henn-na Hotel (“hotel estranho”, em tradução livre), o hóspede encontrará um dinossauro pronto para atendê-lo. O lugar faz parte do complexo de parques temáticos Huis Ten Bosch, em Sasebo, próximo a Nagasaki.

Além dos robôs, o hotel é altamente tecnológico. Não é preciso ter chaves ou cartões para entrar nos quartos e as luzes podem ser controladas por tablets.

MAIS FOTOS: Singita, o hotel de luxo em meio à natureza na África do Sul

De acordo com o planejamento, serão 144 quartos no total, mas, por enquanto, apenas 72 estão disponíveis. O preço da estadia começa em ¥ 9.000 (aproximadamente R$ 240).

Veja na galeria de fotos como é o Henn-na Hotel, no Japão:

  • Atendimento robótico

    São os robôs que fazem check-in e check-out para os hóspedes. De acordo com o hotel, é possível ter uma conversa com eles, mas quem não se sentir confortável tem a opção de fazer na máquina, ao lado do balcão.

  • Objetos pessoais

    Os porteiros, carregadores de malas e camareiros também não são pessoas. Se um hóspede quiser guardar objetos pessoais, deve confiá-los aos robôs. Mas, se precisar destes pertences, é preciso pedir a funcionários remotos.

  • Reconhecimento facial

    O hotel tem várias funcionalidades tecnológicas. Para entrar no quartos, os hóspedes não precisam de chaves: há sistema de reconhecimento facial. No entanto, se preferirem, eles podem pegar cartões em vez de usar a tecnologia.

  • Controle por tablets

    Os quartos têm sensor de movimento que detecta quando alguém está lá. Neste caso, as luzes são ligadas e desligadas automaticamente.

  • Ar condicionado

    Todos os quartos têm controle de ar condicionado que usa ondas eletromagnéticas para transferir calor de um objeto para o outro, sem afetar o ar no meio. A temperatura é retirada dos corpos quando está calor e a mantém quando está fresco.

  • Criação

    O Henn-na Hotel foi criado em conjunto pelo Kawazoe Lab, pelo instituto de ciência industrial da Universidade de Tóquio e pela Kajima Corporation. O hotel foi pensado para ser confortável, moderno, divertido e ter uma boa relação custo-benefício.

Atendimento robótico

São os robôs que fazem check-in e check-out para os hóspedes. De acordo com o hotel, é possível ter uma conversa com eles, mas quem não se sentir confortável tem a opção de fazer na máquina, ao lado do balcão.

Comentários
Topo