Fotos

4 hábitos ruins praticados por donos de pequenas empresas

Uma análise anual sobre empresas de pequeno porte, da companhia de pesquisa de mercado Warkefield Research, revelou que a maioria dos donos de pequenos negócios estão dispostos a corrigir algumas falhas administrativas e começar a investir mais tempo em seus projetos e objetivos corporativos. O estudo analisou 500 executivos de pequenas empresas, com aproximadamente 100 funcionários cada, e concluiu que 54% desses profissionais investem em maus negócios e deixam de analisar os prejuízos que eles causam às empresas.

Além disso, a análise também mostrou que 42% desses empresários se sentem extremamente estressados e preocupados com a situação financeira de seus negócios, mas que mesmo assim, estariam interessados em investir em novos projetos de expansão, caso suas receitas melhorassem até o final do ano.

DICAS: 4 dicas para fazer seu negócio crescer rápido

Ainda de acordo com a pesquisa, existem quatro principais hábitos ruins praticados por donos de pequenas empresas que prejudicam o rendimento final da corporação.

Veja quais são eles e como é possível corrigi-los:

  • 1º) Não reservar um tempo para o descanso

    Quando um profissional não separa um tempo para descansar no meio à correria do dia a dia, ele pode colocar em risco a qualidade de seus serviços prestados à empresa, pois já foi cientificamente provado que, quando uma pessoa não repõem energias e se submete a uma rotina intensa de trabalho, sua produtividade despenca e sua concentração fica comprometida.

  • Solução:

    Para evitar maus resultados para a sua saúde e profissão, procure sempre reservar um período durante o dia para investir no seu descanso dentro e fora do ambiente de trabalho. Use o seu horário de almoço para dar uma volta fora do ambiente coorporativo e relaxar a mente, e dê prioridade aos seus momentos de sono à noite.

  • 2º) Não separar a vida profissional da pessoal

    Na teoria parece fácil, mas muitos profissionais têm dificuldade em separar a vida profissional da pessoal, principalmente com todos os avanços tecnológicos dos últimos tempos que nos mantém conectados uns aos outros 24 horas por dia. Esse habito é capaz de gerar dores de cabeça desnecessárias e prejudicar na atuação do profissional na hora de tomar decisões importantes para a empresa.

  • Solução:

    Evite trazer problemas de casa para o seu ambiente profissional, pois isso irá te ajudar a aumentar o seu rendimento, concentração e consequentemente, a qualidade de seus serviços prestados. Se você está passando por um período de crises pessoais, procure se desligar dos meios que te fazem estar conectados com esses inconvenientes. Se puder, desligue o celular e desative suas contas privadas de email e redes sociais enquanto estiver trabalhando.

  • 3º) Se responsabilizar por muitas tarefas simultâneas

    Assumir muitas tarefas simultaneamente faz com que o profissional não tenha tempo para investir em novos negócios e expandir a empresa que administra. Além disso, esse habito pode afetar na qualidade dos serviços prestados por ele e causar prejuízos à empresa.

  • Solução:

    Para te ajudar na administração e gerenciamento de suas tarefas administrativas, considere contratar alguém com quem você possa dividir essas funções. Assim, você terá mais tempo para se dedicar à prospecção de novos investidores, clientes e colaboradores, e expandir a sua empresa gradativamente.

  • 4º) Microgerenciamento

    O microgerenciamento é uma das práticas gerenciais que mais resultam em estresse e desmotivação nos funcionários de uma empresa. O termo faz referência a um estilo de gestão em que o responsável pela organização exerce um controle excessivo sobre o trabalho de sua equipe, envolvendo-se exageradamente nos detalhes de cada tarefa.

    Ignorar as qualificações de sua equipe e se intrometer constantemente nos detalhes do trabalho que ela realiza, pode atrapalhar no rendimento e criatividade dos funcionários.

  • Solução:

    Não deixe de valorizar e reconhecer os progressos de sua empresa, foque nos resultados que realmente importam, e concentre-se em objetivos maiores, como novas oportunidades de parceria e idealização de projetos de expansão para o seu negócio.

1º) Não reservar um tempo para o descanso

Quando um profissional não separa um tempo para descansar no meio à correria do dia a dia, ele pode colocar em risco a qualidade de seus serviços prestados à empresa, pois já foi cientificamente provado que, quando uma pessoa não repõem energias e se submete a uma rotina intensa de trabalho, sua produtividade despenca e sua concentração fica comprometida.

Comentários
Topo