Fotos

4 planejamentos financeiros que todo jovem deve fazer ao final das férias

Karen Carr, 26 anos, é planejadora financeira da Society of Gorwnups, organização norte-americana que promove encontros e aulas técnicas com o objetivo de encorajar jovens do mundo inteiro a planejar melhor seus gastos financeiros. A especialista conta que o seu trabalho é lidar com pessoas na faixa dos 20 anos que precisam aprender a fazer um melhor uso do dinheiro, principalmente durante as férias.

VEJA TAMBÉM: 5 dicas para voltar ao trabalho depois das férias

“Muitos jovens ainda pensam neste período como uma época dedicada apenas ao relaxamento e à diversão, mas eles precisam começar a entender que também deve ser tempo de começar a planejar alguns hábitos financeiros para o resto do ano”, afirma Karen.

Karen diz saber a dificuldade que o público jovem tem em controlar gastos durante as férias, por isso, reuniu algumas sugestões de planejamento a se fazer ao final do período de descanso.

Veja na galeria de fotos:

  • Controle suas despesas

    O período de férias pode trazer muitos gastos. Nós temos o costume de usar o verão, por exemplo, como desculpa para viajar, beber com os amigos depois do trabalho e planejar festas caras para comemorar os dias de descanso. Porém, muitas vezes, as pessoas se esquecem de pensar no dinheiro gasto em tudo isso.

    Karen afirma que, primeiramente, é preciso checar o saldo bancário e começar a rastrear os gastos feitos rotineiramente durante as semanas de folga, para ter uma melhor noção de para onde vai o dinheiro e se ele é suficiente para arcar com todas as compras. Se perceber gastar menos do que ganha, é a hora certa de abrir uma poupança e juntar dinheiro para o futuro.

  • Pense na sua aposentadoria

    A especialista admite que, enquanto a pessoa está longe de se tornar idosa, pode ser difícil encontrar a motivação necessária para poupar dinheiro para um futuro tão distante. Porém, ela afirma que, se a ideia é cobrir todas as futuras despesas, é necessário começar a transferir o quanto antes cerca de 12% a 15% do salário anual para um fundo de aposentadoria.

    Stephany Kirkpatrick, diretora da empresa de investimentos financeiros Learn West, também diz acreditar que são essas pequenas mudanças que ajudam os jovens a se planejarem para o futuro. “Essas modestas aplicações na aposentadoria requerem pequenos esforços, que um dia serão muito bem apreciados.”

  • Peça um aumento

    De acordo com Karen, o jovem deve considerar pedir por um aumento de salário ou, pelo menos, preparar-se fazê-lo. Para ela, o momento certo para isso é, normalmente, um anos após o último aumento e deve ser feito de maneira planejada. Segundo a especialista, é preciso ser autoconfiante e se cercar de argumentos que focam em justificativas que sustentem o bom desempenho no trabalho durante os últimos meses na empresa.

  • Comece a se planejar para as próximas férias

    Se foi gasto demais nas férias, não dá para esperar que nas próximas tudo seja diferente. É preciso se preparar com antecedência. Se uma viagem for o próximo objetivo, por exemplo, é necessário começar a pesquisar passagens áreas e hospedagens para ter uma ideia de por quanto sairá o roteiro desejado e já começar a guardar dinheiro pelos próximos meses.

    Se perceber que o orçamento dessa viagem ultrapassa a quantia de dinheiro que haverá disponível, então, talvezseja preciso repensar os planos. “Parar e avaliar como seria possível viajar sem prejudicar as economias financeiras é um ótimo exercício a se fazer, pois com esse planejamento é possível poupar dinheiro com antecedência e se preparar para não gastar além do que pode”, conclui Karen.

Controle suas despesas

O período de férias pode trazer muitos gastos. Nós temos o costume de usar o verão, por exemplo, como desculpa para viajar, beber com os amigos depois do trabalho e planejar festas caras para comemorar os dias de descanso. Porém, muitas vezes, as pessoas se esquecem de pensar no dinheiro gasto em tudo isso.

Karen afirma que, primeiramente, é preciso checar o saldo bancário e começar a rastrear os gastos feitos rotineiramente durante as semanas de folga, para ter uma melhor noção de para onde vai o dinheiro e se ele é suficiente para arcar com todas as compras. Se perceber gastar menos do que ganha, é a hora certa de abrir uma poupança e juntar dinheiro para o futuro.

Comentários
Topo