Fotos

6 maneiras de tornar sua empresa mais prática

Muitas pessoas e empresas não sabem, mas o ambiente de trabalho é tão importante quanto a união da equipe ou a qualificação dos funcionários. Um local corporativo que não funciona bem pode atrapalhar o desenvolvimento da companhia e gerar consequências diretas nas metas.

De acordo com Navid Zolfaghari, um dos gestores da Wildfire, empresa especializada em gerenciamento de mídias sociais, os diretores devem parar de se preocupar tanto com a aparência de seus escritórios e investir mais na logística interna deles. Para isso, ele sugere, ainda, que um escritório seja um espaço compartilhado.

VEJA TAMBÉM: 10 dicas para trabalhar melhor com seus colegas

A regra se aplica também às atitudes tomadas. Muitas empresas investem em estratégias baseadas na imagem, mas que, muitas vezes, têm poucos resultados práticos. Jared Kim, fundador da empresa de jogos WeGames, também acredita que um ambiente de trabalho deve ter muito mais que salas bonitas, principalmente quando se trata de negócios que ainda estão no início.

MAIS DICAS: Como melhorar a produtividade no trabalho

Veja na galeria de fotos seis dicas para melhorar a gestão da sua empresa com algumas ações básicas:

  • Não tente vender a sua marca com brindes

    Zolfaghari acredita que, apesar de ver muitas empresas tentando se promover a partir da distribuição de brindes da marca ao público, essa pode não ser uma boa estratégia comercial. “Eu percebo isso o tempo todo, mas não enxergo sentido nesta lógica. Por que uma empresa me daria uma camiseta, por exemplo, se eu nem sei o que ela representa e tampouco o significado dobrinde?”, pergunta.

  • Você precisa de um advogado, não de uma empresa de relações públicas

    Kim afirma que você não deve se preocupar tanto com a contratação de uma empresa de relações públicas, mas que um advogado pode se provar extremamente necessário para o seu negócio. “Não cause a si mesmo dores de cabeça desnecessárias tendo que lidar, pessoalmente, com os problemas da sua empresa”, sugere o especialista.

    Ele acredita que, conforme você idealiza o negócio, um especialista em direito corporativo pode se tornar cada vez mais necessário, ajudando a evitar futuras frustrações com investidores e com o próprio público interno.

  • Invista em equipamentos de qualidade

    Para Kim, é preciso que uma empresa invista em bons equipamentos de trabalho para que os funcionários sintam-se produtivos. Ele cita como exemplos bons computadores, máquinas eficientes e cadeiras confortáveis. “Não economize em oferecer à sua equipe tudo o que for necessário para que ela se sinta apreciada e feliz”, diz o executivo.

  • Não se esqueça das mídias sociais

    “As empresas que pensam que as redes sociais são gratuitas estão enganadas. Mesmo que você não enxergue os resultados rapidamente, um investimento mínimo de dinheiro deve ser feito para promover a sua marca nas mídias digitais e alcançar bons frutos futuramente”, sugere Zolfaghari.

    No entanto, de acordo com o especialista, uma organização não deve definir metas inconscientes. “Muitas empresas me pedem para aumentar o número de curtidas em suas páginas no Facebook, por exemplo, mas, muitas vezes, isso não passa de uma mera vaidade do empresário, que não entende o que essa ação é realmente capaz de fazer pelo seu negócio”, afirma.

  • Conferências podem ser inúteis

    Para Zolfaghari, muitas vezes grandes conferências com associados da empresa não são necessárias para alcançar um acordo esperado. “Se você chegasse aos profissionais a quem admira e os convidasse para um café, por exemplo, você ficaria surpreso com a quantidade de pessoas que aceitaria o convite”, diz.

    O especialista conta, ainda, que as únicas situações em que ele participa de grandes encontros empresariais são: 1°) se ele é o palestrante, 2°) se a conferência tem a possibilidade de resultar em algum acordo importante para os negócios, e 3°) quando as reuniões abordam algum assunto pelo qual ele se interessa muito.

    “Na maioria das vezes uma conferência é uma grande perda de tempo e dinheiro”, acredita Zolfaghari.

  • Foque no produto e terceirize os serviços da empresa

    Como executivo de uma empresa que começou pequena, Kim acredita que o foco de um empresário deve estar voltado aos resultados que o produto em si irá gerar. “Você não deve perder o seu tempo se preocupando com contas, relatórios para os investidores, seguros e folha de pagamento.” Para ele, existem muitas empresas no mercado que podem tratar destes serviços burocráticos por você e te fazer economizar bastante tempo.

Não tente vender a sua marca com brindes

Zolfaghari acredita que, apesar de ver muitas empresas tentando se promover a partir da distribuição de brindes da marca ao público, essa pode não ser uma boa estratégia comercial. “Eu percebo isso o tempo todo, mas não enxergo sentido nesta lógica. Por que uma empresa me daria uma camiseta, por exemplo, se eu nem sei o que ela representa e tampouco o significado dobrinde?”, pergunta.

Comentários
Topo