Fotos

Empresas estrangeiras há mais de 100 anos no Brasil

O sucesso de uma companhia depende de uma série de fatores. Estar à frente da concorrência, antecipar tendências e investir em expansão são alguns deles. Para alcançar novos mercados, diversas corporações decidiram arriscar e instalar sedes por todo o mundo. O Brasil, que há um século era predominantemente agrícola, parecia uma opção interessante.

Veja na galeria de fotos seis multinacionais centenárias no Brasil:

  • Allianz Seguros

    A primeira sede da Companhia de Seguros Terrestres e Marítimos Brasil, com participação minoritária da companhia francesa AGF, foi inaugurada em 26 de novembro de 1904 no Rio de Janeiro e atuava nos ramos de transporte, fogo (incêndio) e vida. Com a crise econômica de 1929, seu controle acionário foi adquirido pela AGF, o nome alterado para Brasil Companhia de Seguros Gerais e a sede transferida para São Paulo.

    Em 1997, 57,6% das ações da empresa francesa foram compradas pelo grupo alemão Allianz e foi formado o maior conglomerado segurador europeu. Hoje, com o nome de Allianz Seguros, atua por meio de 51 filiais, com 14 mil corretores e mais de 1 milhão de clientes atendidos.

  • BASF

    A Badische Anilin & Soda-Fabrik, atualmente conhecida como Basf foi fundada na Alemanha em 1865. Em 1911, abriu o primeiro escritório de representação comercial no país, no Rio de Janeiro, mas a primeira unidade de produção foi instalada 40 anos depois, em Guaratinguetá (SP), produzindo toneladas de insumos para inúmeros setores da indústria nacional.

    Com várias vias de atuação, a Basf é referência nos segmentos de plásticos, têxteis, pigmentos, químicas, tintas, agricultura e petroquímica. Seu objetivo é ser reconhecida como uma indústria química que combina liderança com sucesso econômico à proteção ambiental e responsabilidade social.

  • Citibank

    Em 1915, o Citibank abriu suas primeiras agências no Brasil em Santos, São Paulo e Rio de Janeiro. Nos anos seguintes, inaugurou filiais em outras capitais para dar suporte a empresas que investiam na produção e exportação de café, cacau, tabaco e cana-de-açúcar. Era o primeiro banco americano com sedes no país.

    Hoje, o Brasil é muito relevante para a operação global da empresa, devido ao potencial de crescimento de grandes companhias e do segmento afluente, no varejo. Por aqui, o Citi é líder em câmbio e custódia, atendendo cerca de 60% do investimento estrangeiro feito no país.

  • Deloitte

    Entregando serviços de auditoria, consultoria, assessoria financeira, gestão de riscos e consultoria tributária, a Deloitte completou um século de atuação no Brasil em 2011. Ela inaugurou sua primeira sede no Rio de Janeiro para auditar companhias ferroviárias britânicas.

    Na época, havia forte demanda das empresas inglesas pelas atividades da Deloitte e, à medida que elas expandiam seus negócios em países como o Brasil, tornava-se interessante poder contar com uma firma inglesa para auditar suas contas. Agora, são 700 escritórios espalhados em mais de 150 países e uma rede de 182 mil profissionais.

  • KPMG

    Uma das principais prestadoras de serviços nas áreas de auditoria e consultoria, a KPMG acaba de completar 100 anos de Brasil. Presente em 155 países, com mais de 160 mil funcionários, a empresa chegou ao país após ter seu primeiro acordo de parceria para operar na América Latina firmado por William Barclay Peat, um dos fundadores da KPMG, em 1897.

    A primeira sede foi no Rio de Janeiro, a então capital, e, ao longo dos anos, foram feitas diversas fusões e aquisições, até chegar à grande aliança que é atualmente. Sua cultura é auxiliar empresas e negócios a reagirem às mudanças na economia global e aos solavancos na economia local.

  • Shell

    Criada há quase 200 anos como uma pequena loja de antiguidades e conchas do mar em Londres, a Shell hoje é uma das maiores empresas petrolíferas do mundo. Em 1913, chegou ao Rio de Janeiro para aproveitar o período de crescimento do consumo de produtos de petróleo voltados à indústria automobilística.

    O setor precisava de derivados do mesmo e a Shell percebeu uma excelente oportunidade de negócio no Brasil. Cento e dois anos depois, vem focando na exploração e produção de petróleo e gás natural e opera em mais de 140 países pelo mundo.

Allianz Seguros

A primeira sede da Companhia de Seguros Terrestres e Marítimos Brasil, com participação minoritária da companhia francesa AGF, foi inaugurada em 26 de novembro de 1904 no Rio de Janeiro e atuava nos ramos de transporte, fogo (incêndio) e vida. Com a crise econômica de 1929, seu controle acionário foi adquirido pela AGF, o nome alterado para Brasil Companhia de Seguros Gerais e a sede transferida para São Paulo.

Em 1997, 57,6% das ações da empresa francesa foram compradas pelo grupo alemão Allianz e foi formado o maior conglomerado segurador europeu. Hoje, com o nome de Allianz Seguros, atua por meio de 51 filiais, com 14 mil corretores e mais de 1 milhão de clientes atendidos.

Comentários
Topo