Fotos

Os livros preferidos das pessoas de sucesso no Brasil

Há, pelas prateleiras do mundo, uma série de livros que prometem dicas, caminhos, passos e segredos para atingir o sucesso. Estes podem ser escritos por coachs de carreiras, empreendedores, homens e mulheres que cresceram na vida, psicólogos e por aí vai. Mas o que quem faz sucesso realmente lê?

RANKING: 20 maiores bilionários do Brasil

Se você acha que Abilio Diniz, um dos mais bem-sucedidos empresários do Brasil e atual 10º maior bilionário do país, tem, na sua cabeceira, famosos livros técnicos, está muito enganado. O bilionário é mais afeito a romances antes do sono.

MAIS RANKING: 20 maiores bilionários do mundo em 2015

Há títulos que se repetem entre algumas das figuras mais influentes do país. O jornalista Malcolm Gladwell, por exemplo, escreveu obras que impactou Amos Ganish, presidente da Telefônica Brasil, e a apresentadora Patricia Abravanel, herdeira de Silvio Santos. Já o norte-americano Jim Collins não só é citado por Abilio e Amos como por Alexandre Costa, proprietário da Cacau Show.

Quer saber o que as pessoas que fazem sucesso no país, em diferentes áreas, leem? Veja na galeria de fotos:

  • Abilio Diniz

    Empresário e presidente do conselho de administração da BRF

    “Eu tenho sempre o hábito de ter um livro de cabeceira, e não é livro técnico. Não vou ler Jim Collins e nem The Economist antes de dormir. Atualmente, estou lendo o britânico Ken Follett, autor de uma trilogia sobre as guerras mundiais. Um romance com conteúdo de história.”

  • Alexandre Costa

    Proprietário da Cacau Show

    “Good to Great: Empresas Feitas para Vencer”, de Jim Collins, e “Built to Last”, de Jerry Porras.

  • Amos Genish

    Presidente da Telefônica Brasil

    “Meus autores favoritos são Jim Collins (gosto de ‘Good to Great: Empresas Feitas para Vencer’) e Malcolm Gladwell — dele já li: ’Outliers: The Story of Success’, ’Blink: A Decisão num Piscar de Olhos’; ’O Ponto da Virada: Como Pequenas Coisas Podem Fazer uma Grande Diferença’; e ’Davi e Golias: A Arte de Enfrentar Gigantes’.”

    “Também gostei de ‘House of Cards’, escrito por William Cohan. Mas, quando viajo, prefiro ler obras leves, especialmente romances policiais.”

  • Ana Gutierrez

    Sócia da Bodytech

    ”A Insustentável Leveza do Ser” , de Milan Kundera.

  • Andrea Alvares

    Diretora geral da unidade de negócios de snacks da PepsiCo

    “Cem Anos de Solidão” , do Nobel Gabriel García Márquez, e ”The Dancing Wu Li Masters” , de Gary Zukav. “Me marcaram muito”, comenta a executiva.

  • Angela Gutierrez

    Presidente do Instituto Cultural Flávio Gutierrez

    ”Um Defeito de Cor” , de Ana Maria Gonçalves.

  • Carlos Tilkian

    Proprietário da fábrica de brinquedos Estrela

    ”Sobre a China”, de Henry Kissinger. “Kissinger foi o elo de reaproximação entre Estados Unidos e China. Ele traz toda uma bagagem histórica sobre o país que me interessa bastante.”

    Em ficção, foi muito impactado na adolescência pela leitura de ”Admirável Mundo Novo”, de Aldous Huxley.

  • Celso de Moraes

    Proprietário da Kopenhagen

    Aprecia biografias como a de Boni e Jorge Paulo Lemann.

  • Cláudio Galeazzi

    Proprietário da Galeazzi & Associados e ex-comandante da BRF e do Pão de Açúcar

    “No começo de 2015, não li nada, mas gosto muito de filosofia e de Platão e Aristóteles. Gosto de diferenciar o pensamento platônico do intelectivo aristotélico.”

  • Fabio Coelho

    CEO do Google

    “A trilogia do Laurentino Gomes, 1808, 1822 e 1889. Fundamental para entender o Brasil e os brasileiros.”

  • Fernando Henrique Cardoso

    Ex-presidente da República

    “Minha Vida de Terrorista”, do publicitário Carlos Knapp

    “República das Abelhas”, de Rodrigo Lacerda, neto de Carlos Lacerda. “Um romance muito bem escrito”, define.

  • Fernando Simões

    Presidente do Grupo JSL – Julio Simões Logística

    ”A Fantástica História de Silvio Santos”, de Arlindo Silva, e ”Viver e Deixar Viver”, biografia de Samuel Klein escrita por Elias Awad.

  • Frederico Curado

    Presidente da Embraer

    A Bíblia é seu livro de cabeceira. “Sou cristão praticante. Vou à missa todo domingo e estudei um ano e meio de teologia.”

  • Gloria Kalil

    Jornalista, empresária e consultora de moda

    “No momento (março/14), estou lendo ‘Isso é arte?’, de Will Gompertz. Muito interessante.”

  • Guilherme Paulus

    Proprietário da GJP Hotels & Resorts

    “O Maior Vendedor do Mundo”, de Og Mandino.

  • Janguiê Diniz

    Proprietário do Grupo Ser Educacional

    “O Auto da Compadecida”, de Ariano Suassuna e “O Choque do Futuro”, de Alvin Tofler.

  • Jorge Aguirre

    Presidente da Pizza Hut São Paulo e membro do Conselho Mundial da empresa

    “Taking People With You”, de David Novak.

  • Luciana Salton

    Empresária e diretora-executiva da Vinícola Salton

    ”O Matuto” e ”Esmeralda”, de Zibia Gasparetto. “Gosto muito destes e de outros livros espíritas. Eu me defino como católica por formação e espírita por opção.”

  • Marcio Kogan

    Arquiteto

    “Nemesis” , de Philip Roth. “Sou bastante fã da literatura americana.”

  • Patricia Abravanel

    Apresentadora de TV e herdeira de Silvio Santos

    “Outliers: The Story of Success”, de Malcolm Gladwell.

  • Paulo Nobre

    Empresário e presidente do Palmeiras

    “Eu não sou muito de ler, mas gostei de ‘A Bola Não Entra por Acaso’, de Ferran Soriano. É a história do Barcelona.”

Abilio Diniz

Empresário e presidente do conselho de administração da BRF

“Eu tenho sempre o hábito de ter um livro de cabeceira, e não é livro técnico. Não vou ler Jim Collins e nem The Economist antes de dormir. Atualmente, estou lendo o britânico Ken Follett, autor de uma trilogia sobre as guerras mundiais. Um romance com conteúdo de história.”

Comentários
Topo