Fotos

8 maneiras de se automotivar e se manter em movimento

Lembre-se que o ócio é mais cansativo do que cumprir os seus planos.

“Se ao menos quisesse fazer algo tanto quanto eu não quero fazê-lo…”, disse o ursinho Pooh. Isso mostra que ele estava motivado… a ser preguiçoso. Para aqueles que gostariam de encontrar motivação para algo diferente de serem preguiçosas, as seguintes técnicas motivacionais vieram ao seu resgate.

VEJA TAMBÉM: 10 problemas que você tem, mas não precisa ter

Veja na galeria de fotos 8 maneiras de se automotivar e manter-se em movimento:

  • Encontre um propósito

    A palavra “motivação” vem da palavra latina “movere”: mover-se. A palavra “motivum” significa motivo ou razão para a ação. “Motive” também está associada com a palavra “motus” – movimento. Assim, se você encontrar o motivo certo, então você estará motivado. Pergunte a si mesmo algumas perguntas: Qual é o meu objetivo? Por que quero atingi-lo? O que posso fazer a fim de querer alcançá-lo?

  • Evite as “perdas de tempo”

    De acordo com o princípio de Pareto, 80% das coisas são realizadas em 20% do tempo que você gasta com elas. Faça uma lista das “perdas de tempo” que te custam mais energia e evite-as. Navegação na internet improdutiva? Televisão? Procrastinação interminável? Esteja ciente das coisas que você tem que evitar, e pergunte-se que atividade produtiva e positiva você pode fazer, e faça-a.

  • Estabeleça um desafio

    Se você não busca um novo desafio pra encarar depois de cumprir uma meta você, então pode ocorrer de você descansar sobre sua glória e acabar queimando o que conquistou. É por isso que é importante estabelecer a si um desafio, um que é grande o suficiente (apenas aqueles são verdadeiros desafios) para fazer você crescer intelectualmente, emocionalmente e espiritualmente. Devemos evitar questões que não se aplicam a nós, ou elas são muito pequenas como um desafio, ou não são alcançáveis.

  • Livre-se das autossabotagens

    Os nove maiores desmotivadores são: medo, ter objetivos errados, conflitos de valores, dependência de outros, não ter um desafio, tristeza, a solidão, constrangimento, ter uma ideia ambígua do que vem a seguir. Trabalhe nestas coisas usando ferramentas de Coaching (terapia de comportamento racional, por exemplo), com isso, você vai parar de perder energia; ociosidade é muito mais cansativo do que realizar seus planos.

  • Escolha uma direção

    Você está sempre motivado a fazer algo, mesmo sendo preguiçoso. Pense nas categorias daquilo que você quer, e sistematicamente pergunte-se: Qual é o meu objetivo? O que eu quero realizar? Que ações posso tomar para aproximar-me de meu objetivo? Sua energia vai para onde você se foca. Invista no futuro, porque você não pode mudar o passado.

  • Motive os outros

    De acordo com estudos feitos pela empresa de consultoria Mercer, com 30 mil funcionários em 17 países diferentes, as coisas que mais matam a motivação dos funcionários são: o desrespeito a eles, não apontar os problemas reais e a “falsa democracia” (pedir a opinião de alguém quando a decisão já estava tomada). Dentro de 13 fatores de motivação, o dinheiro acabou por ser sexto lugar! Assim, é importante investir na capacidade de motivar os outros e ajudá-los a atingir seus objetivos.

  • Use o cérebro inteiro

    Visualize o que você deseja alcançar. Diga em voz alta o seu objetivo, faça movimentos físicos que estão associados com o objetivo (ex. Levante-se e fale, como se estivesse falando diante de uma multidão, se você quer motivar-se para uma performance publica), ouça música estimulante e tente realmente sentir aquilo que você está tentando motivar-se para fazer. Seu cérebro estará mais estimulado e isso vai ajudá-lo a fazer mudanças mais rápidas.

  • Planeje-se

    Um planejador com um calendário e uma lista de coisas a fazer são os atributos de uma pessoa eficaz. Faça planos para o dia seguinte todas as noites. Certifique-se que sua lista é possível, a fim de evitar tornar-se um viciado em trabalho. Estudos mostram que metas escritas são mais fáceis de perceber, e marcar itens como feitos na lista dá-lhe um sentimento de autorrealização e competência, além de te aproximar de seu objetivo.

Encontre um propósito

A palavra “motivação” vem da palavra latina “movere”: mover-se. A palavra “motivum” significa motivo ou razão para a ação. “Motive” também está associada com a palavra “motus” – movimento. Assim, se você encontrar o motivo certo, então você estará motivado. Pergunte a si mesmo algumas perguntas: Qual é o meu objetivo? Por que quero atingi-lo? O que posso fazer a fim de querer alcançá-lo?

Mateusz Grzesiak é psicólogo, treinador de desenvolvimento pessoal e coach. Trabalha internacionalmente em 6 idiomas e é autor de oito livros sobre psicologia do sucesso, mudança, negócios, relacionamentos, inteligência emocional e tomada de consciência (mindfulness).

Comentários
Topo