Como gastar pouco (ou nada) em ligações quando viajar para fora do país

Não importa se seu celular é o último modelo do iPhone ou um modelo de dois anos atrás, não existe mais razões para gastar rios de dinheiro com ligações internacionais e se assustar com a conta ao voltar para casa da sua viagem.

MAIS DICAS: 7 dicas para não ficar sem bateria nos aparelhos eletrônicos durante viagens

Com o avanço da internet e o fácil acesso que temos a WiFi e computadores, a tarefa ficou ainda mais fácil.

VEJA TAMBÉM: O que fazer quando o seu voo é cancelado ou adiado

Veja na galeria de fotos dicas para gastar pouco ou nenhum dinheiro com ligações internacionais:

  • Desligue as configurações de ligações internacionais

    A não ser que você precise muito se manter em contato com colegas de trabalho ou um parente doente 24 horas por dia durante sua viagem, desligue as configurações de chamadas internacionais de seu telefone. Lembre-se que não são precisas muitas ligações para que sua conta de celular chegue aos quatro dígitos.

  • Não use seu pacote de dados

    Quando você viaja, o preço do pacote de dados (3G ou 4G) é muito mais alto. Pode ser tentador usar a internet quando você está perdido em uma cidade desconhecida, mas o melhor que você pode fazer é usar um mapa que só precise do GPS para funcionar.

  • Use o Skype

    O Skype é utilizado por todo mundo que quer ficar perto de seus parentes. O aplicativo é gratuito para iOS e Android e permite fazer chamadas de voz (pagas) e mandar mensagens de texto gratuitas, além das chamadas de vídeo. Antes de viajar, adicione todo mundo com quem você pretende falar como contato e use a WiFi de hotéis e cafés para falar com eles. E compre créditos de chamadas de voz antes de partir.

  • Instale o Google Voice

    Assim como o Skype, o Google Voice (iOS e Android) é um serviço de ligações via internet. O aplicativo funciona melhor quando conectado a uma rede Wi-Fi, mas também pode usar serviços de dados móveis. O Google Voice cria um número de celular adicional para o usuário, para o qual qualquer pessoa pode ligar de qualquer aparelho, não necessariamente do Google Voice. A qualidade para chamadas internacionais é melhor do que a do Skype.

  • Compre um chip para celular do local em que você está

    Se você for ficar em outro país por um tempo considerável, o melhor é comprar um chip com um número local. No entanto, é preciso checar se seu modelo de celular aceita chips de outros países. Uma boa ideia é ter dois aparelhos: um com um chip de seu país de origem para ligar para casa e outro de onde você está, para fazer ligações locais e usar a internet.

  • Faça um pacote internacional antes de viajar

    Se seu celular for extremamente necessário durante a viagem, entre em contato com sua operadora de celular para fazer um pacote de dados internacionais. Esses pacotes podem ser caros, mas não tanto quanto usar seu celular livremente no exterior.

  • Pechinche

    Se você leu estas dicas tarde demais e estourou sua conta de celular durante a última viagem, chore para sua operadora. Ligue e peça – educadamente – se você pode receber um desconto.

Desligue as configurações de ligações internacionais

A não ser que você precise muito se manter em contato com colegas de trabalho ou um parente doente 24 horas por dia durante sua viagem, desligue as configurações de chamadas internacionais de seu telefone. Lembre-se que não são precisas muitas ligações para que sua conta de celular chegue aos quatro dígitos.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).