Fotos

Mazda ressuscita motor rotativo em carro-conceito RX-Vision

A montadora japonesa Mazda começou a apostar em carros esportivos com motor rotativo. Com a apresentação do carro-conceito RX-Vision na terça-feira (27), no Salão do Automóvel de Tóquio, a montadora japonesa uniu as duas tendências automotivas.

VEJA TAMBÉM: Testamos o superesportivo Porsche Macan Turbo de quatro portas

“A Mazda espera que, um dia, o RX-Vision se torne realidade”, declarou a empresa em um comunicado à imprensa.

MAIS FOTOS: Um test drive no Rolls-Royce Wraith de quase US$ 400 mil

Veja na galeria de fotos mais informações sobre o carro:

  • Motores rotativos

    Motores rotativos foram, por muito tempo, considerados impraticáveis, pois seu design triangular apresentava muitos problemas, como consumo excessivo de gasolina. Apesar disso, a Mazda criou a tecnologia e começou a produzi-la em 1967, no modelo 110S.

    O motor rotativo, que tem muita potência em um tamanho relativamente pequeno, talvez tenha alcançado o pico de sua popularidade com o carro esportivo RX-7. Ele saiu do portfolio da marca, no entanto, com o fim do esportivo RX-8 em 2012. Poucos pensaram que ele voltaria. Com o RX-Vision, a Mazda indica que o fim da história dos rotativos ainda não foi escrito.

  • Carros esportivos

    Carros esportivos, especialmente os baratos, não vendem muito bem. O Scion FR-S, por exemplo, foi um fracasso de vendas. Até mesmo o Porsche Cayman não vende muito bem. Para a Mazda dizer que pretende criar outro carro esportivo com motor rotativo é um duplo risco, se considerar o mercado.

  • Imagem da marca

    Se o RX-Vision fosse criado para competir com modelos como o Acura NSX e outro supercarro “iniciante”, isso poderia ter reforçar a imagem da marca. Enquanto carros esportivos baratos sofrem, os mais exclusivo são um sucesso.

    Pense no Audi R8 2008 que ajudou a transformar a Audi de um jogador de nível médio em um líder das vendas de luxo mundiais. Se fizer certo, o RX-Vision pode ter efeito similar para a Mazda, ao reforçar a imagem mais luxuosa que a marca está tentando passar.

  • Design característico

    Isso é tudo especulação, infelizmente. Tudo o que se sabe até agora é que a Mazda ainda não refinou sua linguagem de design, que deu as características de vários carros, incluindo o CX-3 compacto que todos gostamos.

Motores rotativos

Motores rotativos foram, por muito tempo, considerados impraticáveis, pois seu design triangular apresentava muitos problemas, como consumo excessivo de gasolina. Apesar disso, a Mazda criou a tecnologia e começou a produzi-la em 1967, no modelo 110S.

O motor rotativo, que tem muita potência em um tamanho relativamente pequeno, talvez tenha alcançado o pico de sua popularidade com o carro esportivo RX-7. Ele saiu do portfolio da marca, no entanto, com o fim do esportivo RX-8 em 2012. Poucos pensaram que ele voltaria. Com o RX-Vision, a Mazda indica que o fim da história dos rotativos ainda não foi escrito.

Comentários
Topo